TVs comunitárias piratas já abrangem 6% do sector das comunicações

2465

As TVs comunitárias piratas já abrangem 6% do sector das comunicações segundo o CEO da DSTV em Angola, Glauco Ferreira, em entrevista ao NOVO JORNAL, mostrando que têm ganho cada vez mais “clientes” e continuam a prejudicar os negócios das três operadoras.

O gestor frisa que “há três tipos de piratarias: um é a rede comunitária, que são de pessoas que pegam cabos de fibra e se conectam; um segundo modelo de pirataria é a venda de android box, em que já lá dentro vêm colocadas as TV também por pirataria; o terceiro são os endereços de internet (IPs) em que se pode assistir às redes piratas”, disse.

Glauco Ferreira revelou que num trabalho conjunto com o INACOM e o SIC, muito recentemente foi possível identificar “uma série de IPs de internet piratas” e desmantelar essas redes piratas.

MAIS: Pirataria e crise tiram quase 300 mil subscritores aos operadores de televisão paga no país

Nos últimos tempos a pirataria tem crescido “perante a inércia do INACOM”, frisam as principais operadoras de televisão por assinatura, serviço esse sendo feito por operadores ilegais, que não são contribuintes fiscais e não tem licenças de distribuição de canais, nacionais e estrangeiros e que estão protegidos por direito de autor e distribuição e que custam avultadas somas anualmente às operadoras.

Apesar de haver legislação que salvaguarde o papel das operadoras, a falta de fiscalização e de policiamento nos bairros tem feito prosperar um negócio ilegal que tem criado nos bairros autênticos “novelos de lã” sendo os fios instalados nas ruas e nas casas.

1 COMENTÁRIO

  1. Costumo ver com atenção os vossos artigos, mas este artigo nao tem ponta por onde se pegue.
    Ao contrario do cabo coaxial (caso tenha injectado sinal analogico) que de facto pode ser ligado de forma simples, um cabo de Fibra nao se corta e se liga um “gato” como é descrito.
    Praticamente todos os acessos piratas precisam de acesso à internet e usam o vulgo “IPTV”, que de facto pode ser numa box ou em alguns caos na “web” (mas todos usam IPs).

    Em resumo está uma confusao enorme de conceitos com enormes erros tecnicos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui