Twitter fecha conta do líder supremo iraniano reagindo a ameaça a Trump

0
1129

 

In this picture released by the official website of the office of the Iranian supreme leader, Supreme Leader Ayatollah Ali Khamenei speaks during a video conference with education ministry officials, in Tehran, Iran, Tuesday, Sept. 1, 2020. Iran’s supreme leader called the United Arab Emirates’ recognition of Israel “treason that will not last for long.” (Office of the Iranian Supreme Leader via AP)

A rede social Twitter anunciou ontem(16) o encerramento da conta ligada ao líder supremo iraniano, Ali Khamenei, que tinha postado um vídeo a pedir vingança pelo assassinato do general Qassem Soleimani.

Esta conta foi permanentemente suspensa por violação das nossas regras“, disse o porta-voz do Twitter à agência France Presse.

Essa medida vem depois da conta @KhameneiSite ter publicado um vídeo animado simulando uma vingança contra Donald Trump, na última semana, que há dois anos ordenou um ataque que matou o general Qassem Soleimani, então chefe da Força Qods, os Guardas da Revolução, responsável pelas operações externas do exército iraniano.

MAIS: Nigéria levanta suspensão do Twitter sete meses depois

De informar que esta conta banida não é a principal conta em inglês do ayatollah, que ainda está ativa, mas uma conta multimédia que retransmite as suas atividades, e onde no ano passado, uma conta semelhante foi suspensa pelo Twitter por causa de um vídeo semelhante.

Nos últimos tempos, o Twitter tem se forçado na proteção das pessoas e do conteúdo das conversas na sua rede social, e onde tem excluido os comportamentos abusivos nas suas normas de utilização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here