Unitel vai presidir o grupo de trabalho sobre fraude e segurança em África

1261

A operadora Unitel foi eleita para presidir ao um grupo de trabalho específico dedicado ao tratamento dos temas de fraude e segurança críticos para a indústria de telecomunicações em África.

Segundo o documento, divulgado pela APO Grupo, uma empresa de comunicação, a Unitel ascendeu à presidência do GSMA Association Africa Fraud and Security Group (AFASG), venceu na votação final a multinacional MTN e a marroquina Wana.

O mandato será por um período de dois anos, renovável por mais dois, mediante avaliação do trabalho realizado e sujeito a nova eleição. A nomeação decorreu de um processo de candidatura depois da apresentação de um Plano Estratégico de Liderança para o grupo que tem também como função zelar pela segurança na indústria de telecomunicações no continente africano.

Fazem parte do AFASG, os grandes grupos de telecomunicações no continente africano, como a Orange e MTN (ambas com 18 operações em África), Airtel (16), Vodafone/Vodacom (8) e Millicom/Tigo (4), além de outros operadores móveis individuais e membros associados, tais como empresas de venda de tecnologia, como a Ericsson e Huawei.

O AFASG é uma entidade inserida na estrutura do GSMA Association que, por sua vez, representa os interesses a nível internacional de todos os operadores de telecomunicações móveis do mundo, congrega mais de 800 operadoras móveis e cerca de 350 empresas associadas.

O Menos Fios deixa aqui os seus parabéns à operadora Unitel e que seja um mandato de êxitos.