WhatsApp pode ser banido no Reino Unido

1681

O responsável pelo WhatsApp, Will Cathcart, admitiu que o serviço de mensagens providenciado pela empresa pode vir a ser banido no Reino Unido caso seja aprovada nova legislação que enfraquece as proteções de encriptação da plataforma.

A legislação em questão – conhecida como Online Safety Bill – começou por ser introduzida por Boris Johnson e defende que o governo ou o regulador Ofcom exija que as apps sejam capazes de analisar mensagens à procura de conteúdo terrorista ou abuso sexual de crianças. Todavia, este objetivo só poderá ser cumprido caso apps como o WhatsApp (e alguns rivais como a Signal ou a Telegram) enfraqueçam as atuais proteções de privacidade.

Pois bem, isto parece ser algo que Cathcart não está disposto a fazer.

MAIS: Grupos do WhatsApp vão ter data de validade

É uma coisa impressionante de se pensar. A experiência que temos em todo o mundo é que acontece apenas com governos que estão a tentar prejudicar a capacidade dos seus cidadãos de comunicarem livremente, explicou Cathcart de acordo com o The IndependentQuanto uma democracia liberal pergunta ‘É OK procurar conteúdo legal nas comunicações privadas de toda a gente?’, isso reforça que outros países do mundo que têm definições diferentes de conteúdo ilegal possam sugerir a mesma coisa.

O líder do WhatsApp notou que a app está disponível a nível global e que será impossível enfraquecer a encriptação do serviço apenas no Reino Unido. A legislação em questão ainda se encontra a ser analisada pelo parlamento inglês mas, no caso do WhatsApp, Cathcart já adiantou que recusará qualquer pedido para ‘abrir’ a encriptação da plataforma – o que o executivo receia que possa abrir caminho a uma proibição do WhatsApp no país.

Não acredito que as pessoas queiram viver num mundo onde é ilegal comunicar de forma privada com outra pessoa, afirmou Cathcart. Penso que muitas pessoas gostariam disso. Mas ainda penso que é uma coisa má.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui