Xiaomi triplicou os seus lucros em apenas um ano

768

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi Corp. superou as estimativas trimestrais de lucro ao dominar o crescente mercado indiano e vendeu dispositivos mais caros na Europa Ocidental, mas as ações caíram à medida que a receita ficou aquém das expectativas.

O lucro líquido da Xiaomi triplicou no quarto trimestre de 2018, a companhia também conseguiu incrementar sua receita geral em 27%, mas ainda ficou abaixo das expectativas de investidores para essa métrica. No total, foram arrecadados 6,6 bilhões de USD, contra os 7 bilhões de USD estimados anteriormente. Em todo o ano de 2018, a empresa chegou a 26 bilhões de USD em receitas e 1,2 bilhão de USD de lucro líquido.

As receitas surgiram apenas no mercado dos smartphones?

É importante aqui salientar que, de toda a receita da Xiaomi nos três últimos meses do ano 2018, 65,1% vieram do seu negócio de smartphones. Outros 25,1% são referentes a outros produtos de hardware que a empresa vende, especialmente na China, e os 9,1% são resultados do seu sector de serviços.

Expansão internacional

A empresa também destacou a sua expansão internacional, esclarecendo que 40% de toda a sua receita no negócio de smartphones veio de vendas fora da China, especialmente em mercados como Índia e Europa. Inclusive, em poucos meses de atuação no Velho Mundo, a companhia já é a quarta maior marca de celulares inteligentes por lá.