YouTube dificulta os pequenos canais com novas alterações

2951

YouTube anunciou nesta terça-feira (16) uma alteração nas políticas de pagamento por anúncios e monetização aos criadores de conteúdo. Os novos canais precisam agora de ter mil subscritores e mais de 4.000 horas de tempo de visualização num ano para serem elegíveis para anúncios.

Segundo a publicação de Paul Muret, vice-presidente da secção de Display, Vídeo e Analytics da Google, o ano de 2017 foi um ano difícil com vários casos que afectaram a comunidade e os nossos parceiros de publicidade.

O responsável anunciou as mudanças que entram agora em vigor para o YouTube. A decisão surge na sequência de várias polémicas relacionadas com a forma como se faz publicidade na plataforma e com o polémico vídeo de um suicídio divulgado pelo youtuber norte-americano Logan Paul.

O mesmo responsável acrescenta que embora a empresa tenha enfrentado muitos desafios em 2017, esses desafios ajudaram-nos a fazer mudanças difíceis, mas necessárias. “Estas mudanças vão ajudar-nos a cumprir melhor a promessa do YouTube para os anunciantes: a possibilidade de chegarem a mais de 1,5 mil milhões de pessoas em todo o mundo e que estão realmente envolvidas com o conteúdo que eles gostam.

O YouTube assegura também que irá monitorizar de perto sinais como advertências por violações das regras da comunidade, spam e outros abusos denunciados. O objectivo é garantir que as políticas da plataforma são cumpridas.