A rede de fibra óptica da Unitel atingiu 11 mil quilómetros

2090

Actualmente a rede de fibra óptica da Unitel tem 11 mil quilómetros, com tubos e marcos para o enfiamento de cabos e já cobre todas as províncias, segundo o director-geral adjunto da operadora, Amílcar Safeca.

O responsável avançou que, aquilo que é o traçado principal está terminado mas, nas cidades, continuam a investir nas chamadas redes metropolitanas, acompanhando a expansão das cidades, pois precisam de manter esses equipamentos funcionais pelo tempo de vida inicialmente planificado – uma rede de fibra óptica deve permanecer operacional por, pelo menos, um período de 25 anos, explicou, indicou ainda que toda a área tecnológica, que inclui planeamento e operações, é formada por cerca de mil técnicos angolanos.

Sabe-se que a quarta geração de aparelhos de telecomunicações permite aos utentes usarem com muito maior facilidade aplicativos como Facebook e o Whatsapp, assim como trocar imagens e vídeos muito rapidamente.

“É desenhada para processar dados, que permitem a esses aplicativos funcionarem de forma muito mais interactiva e dar outro tipo de experiência aos utilizadores, que outro tipo de rede não dá”, sublinhou o responsável pela estratégia de desenvolvimento tecnológico da Unitel.

Segundo Amílcar Safeca, a cobertura das comunas mais distantes trouxe “enormes desafios” sobretudo no fornecimento de energia, que passam pelo uso de painéis solares, já que a utilização de geradores só é viável junto dos centros urbanos.