África do Sul agora é um importante centro para os datacenters das grandes companhias

1776

África do Sul é agora um local importante centro para os datacenters das grandes tecnologias, como a Microsoft, Amazon e a Huawei, que apostaram cerca de um bilhão de dólares para o crescimento da economia digital de África.

A Huawei, a gigante das telecomunicações da China, também está a construir um data center na África do Sul e anunciou que começou a oferecer serviços de nuvem comercial neste mês. É fácil perceber porquê. A África do Sul é a economia mais desenvolvida do continente, possui infra-estrutura avançada de Internet e frequentemente abriga a sede de África para muitas empresas globais de tecnologia e internet.

Já a Microsoft instalou os chamados centros de dados de hiperescala com mais de 5.000 servidores e 10.000 pés quadrados, e são essencialmente plataformas globais que oferecem serviços baseados em nuvem nos quais a economia digital é executada. Ter uma presença local geralmente torna esses serviços mais rápidos e, portanto, mais acessíveis.

Ao abrir seus primeiros datacenters de nível corporativo em África, a Microsoft afirma que o Azure é o primeiro provedor global a fornecer serviços em nuvem a partir de datacenters no continente, incluindo o pacote de produtividade do Office 365.

Na África do Sul, haverá uma aceleração de curto prazo no crescimento desse e dos serviços relacionados às tecnologias de informação, bem como em outros países africanos, e no longo prazo, o impacto será considerado na hospedagem tradicional.

Edward Deng, vice-presidente da unidade de negócios de nuvem da Huawei, disse que o datacenter de Joanesburgo da Huawei é alugado de um parceiro e planeja operar mais data centers no Quénia e na Nigéria em breve. “Estamos ansiosos pelas tecnologias e serviços inovadores da Huawei Cloud, como computação em nuvem e inteligência artificial, auxiliam governos, operadoras e empresas africanas em uma variedade de indústrias, como finanças, energia, agricultura, a pular para um sistema totalmente conectado e inteligente”.