África do Sul conta com um serviço de farmácia electrónica

999

A África do Sul é um dos países do continente africano que está muito avançado a nível tecnológico, comparando com os demais.

O Departamento de Saúde do Estado da África do Sul, implantou recentemente a sua primeira Unidade de Distribuição de Farmácia . Também conhecida como uma farmácia de caixa electrónico.

Este é um grande passo para os pacientes da cidade de Gauteng propriamente no Twin City Mall, em Bloemfontein, já que essa farmácia tecnologicamente avançada reduzirá drasticamente os tempos de espera e o congestionamento nas unidades de saúde pública em Mangaung. O sistema é administrado por farmacêuticos e assistentes de farmácia qualificados e integra-se aos processos de gestão clínica de pacientes com condições cronicas em estabelecimentos públicos.

Como funciona?

A farmácia funciona como um caixa electrónico para medicação. Possui interação audiovisual entre o paciente e um centro de contacto de tele-farmácia localizado remotamente. Os pacientes podem conversar com farmacêuticos em um call center a 400 km de distância, em Centurion, Gauteng. Os dados de dispensação são hospedados em um ambiente baseado em nuvem que faz interface com a tecnologia robótica para dispensar e rotular medicamentos no ponto de colecta e interação do paciente.

No entanto, a farmácia electrónica precisa de uma conexão de telecomunicações confiável. Isso é diferente de uma solução que resolve o mesmo problema de pacientes que têm que esperar em longas filas por medicamentos crónicos que foi desenvolvido por uma startup sul-africana chamada TechnoVera.

Com a unidade de dispensação de medicamentos crónicos da TechnoVera, tudo o que o paciente precisa é de um telefone celular que receba um OTP (One Time Pin) via SMS. Eles então inserem este OTP na unidade, e uma das portas da unidade se abre e eles podem recolher a sua medicação programada.