Amazon está pronta para penetrar no mercado africano

0
668

A Amazon, empresa internacional de tecnologia de comércio electrónico, deve se expandir para países africanos, incluindo África do Sul e Nigéria em 2023, de acordo com notícias publicadas pelo Business Insider. 

Bélgica, Chile e Colômbia também estão entre os cinco mercados que a gigante empresa de comércio electrónico deve penetrar no próximo ano, de acordo com documentos vazados que foram vistos pelo Business Insider.

Esse desenvolvimento significaria uma concorrência séria para plataformas de comércio electrónico como Jumia e Takealot. Actualmente, a Amazon está presente em 20 países e pretende crescer no principal mercado dos EUA.

A África do Sul, terá um projecto com o nome “Project Fela”, também está prevista para fevereiro de 2023. O mercado na Nigéria deve ser lançado em abril de 2023. Esse projecto partilha o mesmo nome com a África do Sul”, revelou o relatório vazado.

MAIS: Amazon reverte da decisão e volta aceitar cartões Visa no Reino Unido

O primeiro projeto com o nome “Project Red Devil” será lançado na Bélgica em setembro de 2022. O marketplace da Colômbia “Project Salsa”, que partilha o nome com o Chile, será agendado para fevereiro de 2023. Por outro lado, o projeto no Chile levará em abril de 2023.

Os documentos também revelaram que todos os países estão a planejar lançar o seu próprio mercado e acessar o serviço de atendimento da Amazon chamado Fulfillment by Amazon. De acordo com o The Cable, o programa de associação principal da Amazon estará disponível no lançamento na Bélgica, enquanto outros países terão que esperar até a introdução.

A Amazon também está em processo de construção da sua sede africana na África do Sul. Houve, no entanto, contestação no processo depois que um grupo indígena no país alegou que a gigante da tecnologia não havia passado pelo processo adequado para adquirir o terreno em que seria construído.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui