Angola Cables amplia a sua presença na África do Sul

424

A Angola Cables, com intuito de expandir ainda mais o alcance da rede e as capacidades de peering, anunciou nesta quarta-feira 8 de novembro de 2017, que espera estabelecer um ponto de presença (PoP) na Cidade do Cabo, isto é, na África do Sul antes do final do ano.

Após quase um ano de operações na África do Sul, a empresa viu crescimento exponencial em sua base de clientes. Actualmente, com um PoP na cidade de Joanesburgo, o aumento da demanda resultou na decisão da Angola Cables desenvolver uma infraestrutura PoP para clientes na Cidade do Cabo.

De acordo com o António Nunes, o CEO da Angola Cables, “Angola está cada vez mais próxima de se tornar num dos centros das telecomunicações na região subsaariana. Os investimentos nos sistemas de cabos submarinos, nomeadamente o WACS, já operacional, o SACS e o Monet e os datacenters estão a criar, não só auto-estradas da informação que vão nos aproximar dos grandes centros de produção de conteúdos e serviços digitais, mas também partes importantes dos grandes circuitos internacionais de telecomunicações”.

A Angola Cables está firmemente focada em aumentar sua presença no continente. A empresa também está a expandir a presença de clientes africanos no exterior. Com a conclusão do SACS em meados de 2018 e Monet este ano, a empresa será pioneira nas rotas mais rápidas entre a África do Sul, o Brasil e os EUA.

A empresa também desenvolveu um “EuroRing” para fornecer às empresas africanas conectividade melhorada para a Europa, incluindo o acesso aos principais provedores de serviços na nuvem e provedores de conteúdo.

Darwin Costa, gerente de produtos da Angola Cables, disse que esta expansão dará a capacidade de atender às demandas locais de internet e de conteúdo, bem como melhorar as actividades de peering na região.