Angola Cables realizou a 2ª edição de formação com Jornalistas sobre Internet e TIC’s

0
1998

No ano passado, a Angola Cables formou Jornalistas sobre Internet e TIC’s. Recentemente foi realizada a 2ª edição desta formação, que contou com Jornalistas de vários órgãos do país.

Artur Mendes – Director Comercial e Marketing da Angola Cables

A abertura desta formação, foi realizada por Artur Mendes (Director Comercial e Marketing da Angola Cables), que deu as boas vindas aos Jornalistas e fez algumas considerações sobre a empresa.

Fábio José – Gestor de Negócios da Angola Cables

A formação foi ministrada por dois formadores, na qual a primeira parte esteve a cargo do Fábio José que abordou aspectos relacionados à telecomunicações, infraestruturas, sistemas de cabos submarinos, e os data centers, onde foi avançada  informação de que o Uptime do data center da Angola Cables é de 99,99996%.

(A direita) Crisóstomo Mbundu – Gestor de Produtos da Angola Cables
(Primeiro à esquerda) Carlos Rosado – Director do Jornal Expansão

A segunda parte esteve a cargo Crisóstomo Mbundu, que deu explicações sobre o IXP e os seus benefícios, nesta secção os Jornalistas foram informados que até ao momento, o maior pico do tráfego do IXP da Angola Cables é de 5.2 Gbps, e que actualmente estão ligadas 17 Empresas (nacionais e internacionais) no IXP da Angola Cables.

Houve ainda a participação especial do Carlos Rosado (Director do Jornal Expansão), que abordou em conversa aberta com os participantes, assuntos relativamente ao “Impacto do défice de infraestruturas: quanto se gasta com fontes alternativas”.

Erickson Mvezi – CEO da Tupuca e
Pramod Asija – Parceiro da Tupuca

Foi ainda convidada a startup Tupuca, que esteve representada por Erickson Mvezi (Fundador e CEO da Tupuca), na qual fez uma apresentação da empresa, e explicou detalhadamente alguns aspectos que envolvem a Startup em questão, onde garantiu também que em breve as entregas começarão a ser efectuadas na Centralidade do Kilamba, bem como a visão da empresa em apostar em outros mercados no continente Africano.

Durante a formação foi ainda avançada que, Angola Cables em breve vai começar a prestar serviços de Internet à empresas Africanas, e pelo que tudo indica, o primeiro pais será a vizinha República Democrática do Congo, na qual estão a ser efectuados os últimos acertos técnicos.

Veja mais fotos da formação:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here