[Angola] Custos de Internet em Angola vão baixar brevemente

4264
GRECIMA
Foto: Pedro Parente

No dia 19 de Maio de 2016 aconteceu a Conferência de Imprensa realizada pelo Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (GRECIMA), na qual foram apresentados os projectos em curso do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação,  onde o titular da pasta José Carvalho da Rocha, considerou que o sector tem necessidade de alterar a taxação das tarifas das comunicações.

Durante a conferência de imprensa, José Carvalho da Rocha (Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação), salientou ser fundamental a alteração da forma de taxação das comunicações no país, a fim de permitir que o utilizador pague o preço real da utilização desses serviços. Informou ainda que o acesso à Internet vai nos próximos tempos, registar melhorias na redução de custos e de serviços, no quadro dos investimentos em infra-estruturas que tem sido feito pelo Executivo.

Actualmente o acesso do país às comunicações internacionais é ainda reduzido, na medida em que é servido por apenas duas vias, o Sat 3 e a WACS. “Tudo isso permite que o país aceda às comunicações internacionais. Ainda assim, os níveis alcançados estão aquém das necessidades reais. O Angosat e os novos cabos submarinos poderão cobrir estas lacuna.”

Ministro
Foto: Pedro Parente

O titular da pasta considerou ainda prioritário a entrada em funcionamento do satélite Angosat 1 em construção na Rússia, cujo arranque está marcado para 2017. O referido satélite tem um potencial em telecomunicações para cobrir a África e parte da Europa. No satélite se destacam a posição orbital 14.5 E, peso mil 55 quilogramas, peso de carga útil 262.4 quilogramas, potencia de carga útil três mil 753 W, banda de frequência C, Ku, número de repetidores 16C+6Ku e com uma vida útil de 15 anos.


Você que está constantemente na internet, acha que o preço das comunicações em Angola será reduzido?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui