Angola vai contar com mais de 65 estações meteorológicas

926

O Governo Angolano vai investir cerca de 60 milhões de euros para a instalação de 65 estações meteorológicas em diversas regiões do país, informou o o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTICS), Manuel Homem.

Segundo o governante, que falava no termo de uma série de visitas de constatação à Estação Meteorológica Sinótica do Zango 4, ao Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET), e ao Robotesond (sonda robótica) do Aeroporto 4 de Fevereiro, disse que disse que a instalação das estações agro-meteorológicas, sinópticas, sísmicas, hidrológicas e de detenção de relâmpagos já constam no Plano de Desenvolvimento Estratégico de Implementação do Instituto Nacional de Meteorologia(INAMET).

Para o Ministro, o pilar mais importante do plano tem a ver com os investimentos que vão permitir com que o INAMET tenha, nos próximos tempos, melhores condições para garantir não só a informação do tempo, mas, também, dados para  outros sectores como o dos transportes marítimos, aéreos, agrícola, bem como da situação da seca que assola o Sul do país.

Manuel Homem acrescentou ainda que o INAMET vai continuar a fornecer melhores informações nos diferentes sectores e permitir que, de facto, possamos rentabilizar todos os investimentos, dizendo ainda que no âmbito da parceria existente com a Meta França Internacional (uma das maiores agências meteorológicas do mundo), a primeira fase das 65 estações instaladas termina, em Setembro deste ano, e prevê-se a continuação do alargamento e instalação de estações.

MAIS: Bengo: Estação Sísmica da província continua inoperante desde roubos dos equipamentos

O governante explicou que o plano está determinado na reestruturação da rede de estações meteorológicas, sinópticas, agro-meteorológicas e sísmicas instaladas e que não funcionavam em pleno.

Neste momento, disse que o programa de reestruturação da rede decorre de forma normal, realçando que as estações instaladas vão suportar os oito aeroportos certificados que o país tem à disposição.

Manuel Homem avançou que um dos equipamentos de destaque é a Robotesond, que é um equipamento utilizado para o lançamento diário do balão meteorológico que permite medir a temperatura, força do vento e a humidade atmosférica.

O ministro referiu que vão ser instaladas mais duas Robotesonds no Luena (província do Moxico) e Lubango (Huíla), sendo que, actualmente, estão instaladas estações aeroportuárias e já concluída a do Aeroporto 4 de Fevereiro (Luanda).

Para os aeroportos do Luena, Benguela, Catumbela, Cunene, Huíla e Cabinda, o ministro anunciou que estes estão em fase de conclusão de instalação dos equipamentos nas infra-estruturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui