Angosat-1 com problemas na fonte da alimentação

1
10385

O director da empresa aeroespacial russa RSC Energia, Vladimir Solntsev, em declarações ao jornal russo Kommersant, afirmou que o primeiro satélite angolano, AngoSat-1, lançado no passado dia 26 de Dezembro, apresenta problemas na fonte de alimentação.

Vladimir Solntsev, explicou que surgiram problemas com a fonte de alimentação e por isso foram obrigados a colocar o aparelho no modo de economia de energia, ou seja, regime seguro.

O responsável russo explicou ainda que em breve o AngoSat-1 vai sair da zona de radiovisibilidade, para a qual deverá regressar em meados de Abril.

De acordo com o director da empresa aeroespacial russa, os peritos vão analisar a telemetria do satélite para apurar a origem dos problemas, situação que, garante, está a ser acompanhada pelos especialistas angolanos, que preferem não antecipar cenários. Entretanto, é possível acompanhar os sinais vitais (parâmetros) do Angosat-1 em tempo real.

O Angosat-1 trará melhoria nos serviços de telecomunicações em Angola, vai permitir o alargamento do acesso da Internet a nível rural, atingindo os pontos de difícil acesso. O satelite foi lançado no passado dia 26 de Dezembro, com recurso ao foguete ucraniano Zenit-3SLB, envolveu ainda a Roscosmos, empresa espacial estatal da Rússia. Esperamos que o problema seja superado e que o volte satélite a operar com normalidade.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui