Angosat 1: Mais de 80% do primeiro satélite angolano já está concluído

5335

O Angosat 1 é um satélite de comunicação geoestacionário angolano que se encontra em construção pela empresa russa RKK Energia. Este será operado pela Angosat. O satélite será baseado na plataforma USP Bus e sua expectativa de vida útil será de quinze anos.

O Executivo angolano deverá colocar em funcionamento ainda este ano o primeiro satélite nacional Angosat 1, reiterou ontem, segunda-feira, em Luanda, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação –  José Carvalho da Rocha.

Depois de um encontro a porta fechada com o vice-primeiro ministro da Federação da Rússia e representante plenipotenciário do Distrito Federal do Extremo Oriente, Yuri Trutnev, sublinhou que neste momento o projecto caminha conforme se previa, estando acima de 80 porcento de execução.

Segundo Yuri Trutnev, o encontro foi para rever o nível de cooperação, particularmente os projectos que ambas partes tem estado a desenvolver no nosso sector com o apoio da parte Russa. Durante o encontro com a parte angolana, fez-se uma avaliação do estado do projecto Angosat onde foi pensado nos próximos passos a serem dados.

O Angosat 1 será o primeiro satélite de comunicações de Angola, cujo contrato foi assinado pelas partes russas e angolanas no ano de 2009, cujo trabalho começou no final de 2012 e terá uma capacidade de 16 transponders, em banda C e seis em banda KU para fornecer serviços de telecomunicações para Angola, com uma abrangência para África e Europa.

Ansioso para ver o primeiro satélite angolano a funcionar? 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui