Apple condenada a pagar 440 milhões de USD

1089

A Apple perdeu um recurso para ter uma sentença de patente reservada à tecnologia FaceTime e foi condenada a pagar à a empresa VirnetX cerca de 440 milhões de USD.

O veredicto foi originalmente anunciado em 2016, no qual a Apple foi obrigada a pagar à empresa de propriedade intelectual 302,4 milhões de USD por danos, por usar duas patentes no serviço de telefonia móvel FaceTime sem um contrato de licenciamento válido.

A Apple prometeu apelar e, três anos depois, perdeu.

O processo em questão foi um novo julgamento baseado em uma acção de 2012 na qual a VirnetX recebeu indemnização no valor de 368 milhões de USD. Este prémio foi rejeitado em dois anos depois, levando ao processo bem em sucedido de 2016. Juntamente com juros, danos e custos, o pagamento original aumentou para 440 milhões de USD, conforme relatado pela Reuters.

O Tribunal de Apelação dos EUA para o Circuito Federal negou a oferta do fabricante do iPad e iPhone de deixar de lado a decisão. No entanto, a Apple disse em um comunicado que a empresa pretende, mais uma vez, recorrer do veredicto do juiz.