British International anuncia financiamento de 20 milhões de dólares à startup nigeriana Moove

0
1214

A British International Investment (“BII”), Instituição de Financiamento do Desenvolvimento do Governo do Reino Unido (DFI), que anteriormente era conhecida como CDC Group, anunciou um investimento de crédito estruturado de 20 milhões de dólares a startup Moove – uma fintech de mobilidade que democratiza o acesso à propriedade de veículos em África.

O investimento da BII reflete assim o foco da empresa na mobilização de capital para construir a autossuficiência e a resiliência do mercado na Nigéria, e melhorar o acesso a oportunidades económicas inclusivas, ajudando ao mesmo tempo a catalisar a ambição empresarial ilimitada no país.

Segundo o que foi revelado por Nick O’Donohoe, CEO da BII, na cerimónia de apresentação do investimento, essa estratégia da organização vem também para proporcionar investimento produtivo, sustentável e inclusivo e compromete-se a aprofundar os seus compromissos de capital para apoiar o surgimento de empresas nigerianas mais inovadoras, fornecendo soluções progressivas para desafios urgentes e complexos de desenvolvimento.

É um prazer estar em Lagos para marcar o lançamento do British International Investment, e receber Nick O’Donohoe durante a sua visita à Nigéria“, disse o Alto-Comissariado britânico no país, H.E. Catriona Laing CB, que esteve também no evento.

MAIS: Startup nigeriana cria serviço de transferência de dinheiro baseado em blockchain

O BII constitui uma parte importante do pacote de ferramentas e conhecimentos especializados do Reino Unido para ajudar a Nigéria a construir o seu oleoduto para investimentos e aumentar o investimento em infraestruturas, em especial para alcançar um crescimento limpo e verde. O lançamento do BII marca a continuação desta parceria, e estamos ansiosos para ver o apoio do BII expandir-se e diversificar na Nigéria“, sublinhou.

Fundada por jovens empreendedores nigerianos, a Moove está a democratizar o acesso à propriedade de veículos, fornecendo financiamento de veículos baseados em receitas e serviços financeiros a empresários de mobilidade.

A fintech de mobilidade está a criar oportunidades de emprego sustentáveis para capacitar aqueles que de outra forma são excluídos dos serviços financeiros, incorporando a sua tecnologia de pontuação de crédito alternativa em plataformas de “ride-hailing“, e-logistics e de entrega instantânea, e utilizando o desempenho proprietário e a análise de receitas para subscrever empréstimos de veículos.

Desde o seu lançamento em 2020, a Moove expandiu rapidamente as suas operações na Nigéria e entrou em novos mercados africanos, incluindo Gana, Quénia, Uganda e África do Sul, bem como mercados da Europa, Médio Oriente e Ásia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui