Conheça as 16 startups apuradas para o Seedstars Africa Summit 2018

414

Durante a próxima semana, no dia 13 de Dezembro acontecerá o grande evento regional que promete reunir as melhores Startups de África. O Seedstars Africa Summit 2018 acontecerá em Dar Es Salam, Tanzânia. O evento principal é antecedido por várias actividades de interesse, em que os empreendedores poderão conhecer investidores,mentores e jornalistas.

Angola estará representada pela Kubinga, vencedora do Seedstars Luanda 2018. A Startup “Academia Nzoji” conseguiu também um lugar para participar em todas as actividades que antecedem o evento principal. Um dos mentores garantidos para o evento é Joel Epalanga, director da KiandaHub.

A equipe do MenosFios estará representada no evento, caso pretendam conhecer mais sobre as startups vencedoras, podem enviar as perguntas.

Eis a lista completa das startups seleccionadas para o Seedstars Africa Summit 2018:

Kubinga (Mobilidade), Angola, um serviço de partilha de viagens entre pares que permite aos angolanos uma opção de mobilidade eficaz e segura.

Rera Online (Agritech), Zimbábue, é uma plataforma online que oferece aos consumidores de varejo a oportunidade de cultivar seus próprios produtos avícolas.

Cowtribe (Agritech), Gana, é a primeira plataforma de entrega de vacinas animais de última milha na África. Fundada em 2016, entrega as vacinas com segurança aos agricultores nas áreas remotas.

Benefactors (Fintech), Ruanda, ajudam as PMEs a administrar seu fluxo de caixa oferecendo serviços de financiamento sob medida, aumentando assim o crescimento das PMEs e criando novas oportunidades de emprego.

AgroSupply (Agritech), Uganda, desenvolveu uma plataforma móvel exclusiva que permite que os agricultores economizem dinheiro para as sementes e fertilizantes usando seu telefone celular.

SudPay (tecnologia cívica), Senegal, permite que os municípios aumentem suas receitas digitalizando a cobrança de impostos locais e financeiramente incluindo os comerciantes.

Bandim Online (Agritech), Guiné-Bissau, está a reduzir a perda de produtos do produtor para o cliente, fornecendo produtos no prazo e com os melhores preços.

Bluewave Insurance (Fintech), Quênia, cria produtos inovadores de microsseguro, que são acessíveis por meio de dispositivos móveis.

Schoolapp – Labes Key (Edtech), República Democrática do Congo, um aplicativo móvel que melhora a qualidade do ensino, dando acesso às aulas digitais.

Wenadata (Civic tech), Moçambique, uma plataforma de opinião integrada que permite obter os dados estatísticos para a tomada de decisões estratégicas.

Dropque(HR), Nigéria, a primeira troca de talentos interativa e inteligente da África, uma combinação de entrevistas em vídeo unidirecionais unidirecionais e um poderoso assistente de avaliação de inteligência artificial para levar as empresas ao melhor candidato.

REMA (Healthtech), Costa do Marfim, um serviço de medicina colaborativa dedicado a conectar médicos africanos, tomar melhores decisões e salvar mais vidas.

Diool (Fintech), Camarões, a plataforma fornece liquidez e uma solução que economiza tempo para os clientes, simplificando suas transações, usando qualquer método de pagamento, online ou em uma loja próxima.

MyFoodness (Food & Beverage), Botsuana, um aplicativo que utiliza a Internet para ajudar as pessoas a fazer pedidos de refeições na África Austral.

HiFranc (Fintech), África do Sul, um aplicativo que ajuda os clientes a tomarem decisões financeiras e de investimento inteligentes que aumentam sua riqueza.

Money Farm (Agritech), Gâmbia, uma plataforma de agro-negócios que conecta investidores-alvo a empreendedores africanos e gerencia os acordos entre as duas partes.

  • A Melhor Startup na Tanzânia será anunciada no dia 10 de dezembro, antes da Seedstars Africa Summit, em Dar es Salaam.