Digital.ao: Embaixador de Israel satisfeito com as condições da incubadora tecnológica

0
818

Em visita a incubadora tecnológica Digital.ao, o Embaixador de Israel em Angola, Amir Shnuel Ofek, ressaltou as grandes valências do centro, bem como manifestou disponibilidade do seu país de colaborar com os angolanos nas diferentes especialidades, no quadro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

O encontro de cortesia com o diplomata ocorreu na última semana, nas instalações do centro tecnológico, localizado em Luanda no Bairro dos CTT, distrito do Rangel, e com a presença do Director do Instituto Nacional de Fomento da Sociedade da Informação (INFOSI), André Pedro, onde juntos reafirmaram a importância da qualificação, visto que o Digital.ao vem como um centro capaz de revolucionar o modo como as novas tecnologias são encaradas entre nós, em matérias de oportunidade para novos negócios, em Angola.

Amir Shnuel Ofek, que aos jornalistas se declarou conhecedor da matéria tecnológica, trocou impressões e manifestou a predisposição da sua Embaixada em colaborar activamente, na área de formação em Startups e outras de formação Tecnológica, tudo em prol da sociedade civil angolana.
A minha visita faz parte de um trabalho dos embaixadores, que é o de conhecer e trocar impressões com os actores principais onde se está acreditado. Saio daqui com uma óptima impressão, naquilo que a Embaixada poder ser útil em relação à formação de quadros, estaremos à disposição“, afirmou.

MAIS: Manuel Homem: Digital.ao vai apostar em ideias inovadoras

Por outro lado, André Pedro disse ter gostado da visita e espera mais visitas de outros autores da sociedade, nacionais e internacionais, e no que toca ao Digital.ao o responsável disse que a instituição está capacitada para receber, em simultâneo, até 25 startups, para um período de dois anos e referiu que o projecto só é liberado depois de ganhar maturidade para se afirmar como empresa no mercado.
De informar que o Digital.ao é uma uma incubadora vocacionada a potenciar técnicos de telecomunicações, tecnologias de informação e informática, bem como pequenas, médias e grandes empresas, de modo a fortalecer esse sub-sector da economia nacional, e foi inaugurada na semana passada, pelo Presidente da República, João Lourenço.
É uma plataforma que prevê a busca e oferecer, ao mercado, técnicos e profissionais de elevada qualificação e competência, fomentar o emprego e o auto emprego, bem como o aparecimento de Startups com capacidade para dar soluções às necessidades do mercado angolano.
Além de funcionar como uma incubadora, a plataforma dispõe, também, de serviços nas áreas de registo de domínio ao, fabricação de software, hospedagem de páginas Web e correio corporativo, reparação de equipamentos, formação técnica, laboratório de TI, certificação internacional, mentoria e acompanhamento de startups e e-learning, curso de fusão de fibras ópticas e de reparação de computadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here