Especialista garante que não há cultura de cibersegurança em Angola

938

Realizou-se ontem 20 de Novembro de 2019, no Hotel Centro de Convenções de Talatona, a IIIª edição do Fórum do Mercado de Capitaisque teve como o debate principal a dinamização da economia digital em Angola, onde o especialista, Leivan Carvalho, defendeu que, o investimento em Cibersegurança na economia 4.0 é fundamental e o exemplo deve partir do topo.

Segundo Leivan Carvalho (Representante da EMIS), O investimento em Cibersegurança na economia 4.0 é fundamental e o exemplo deve partir do topo, o mesmo defendeu ainda que, não existe cultura de investimento neste tema, de modo geral, no País. Aponta ser necessário salvaguardar, a prior, um conjunto de estratégia ao desenvolver acções no mercado de capitais. Revela que actualmente é critica a Infraestrutura no mercado de capitais e que podem ter impacto sobre os emitentes e investidores.

Por outra avançou que, cabe a Comissão de Mercado de Capitais garantir legislação de protecção contra possíveis ataques. Acresce ainda que a Cibersegurança não é só uma questão de Tecnologias de Informação, mas também de capital humano e financeira.

Akiules Neto (Administrador do IGAP), chamou atenção ao facto de em questões de Cibersegurança 80% dos ataques são internos sendo o sector financeiro é o mais visado. Quanto ao reforço do investimento em mecanismos de protecção, alude que o mesmo deve ser feito com base em analises de risco, não sendo necessário a ocorrência de um ataque, antes pelo contrario apostando numa base de prevenção.