Estudo: WhatsApp ajuda mulheres nigerianas a serem ouvidas

508

Os telefones espalharam-se por todo o mundo, inclusive em comunidades rurais e de baixa renda. Como mostra a pesquisa, esses dispositivos têm o potencial de provocar uma mudança social significativa, um facto reconhecido nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Embora o papel promissor que os telefones e outras tecnologias de informação e comunicação possam desempenhar no empoderamento das mulheres , particularmente em África tenha sido discutido há relativamente pouco tempo, sabe-se como, quando e por que isso acontece.Realizou-se um estudo com mulheres da cidade nigeriana de Kano para ver como elas estavam a usar o serviço de mensagens móveis WhatsApp, com a pretensão de saber se, o aplicativo havia aberto oportunidades e liberdades que contribuíram para fortalecê-los. Durante o estudo, muitas mulheres disseram que o WhatsApp permitiu que elas se comunicassem melhor, especialmente com os políticos locais. Elas sentiram-se habilitadas a falar sobre suas preocupações abertamente em grupos de discussão do WhatsApp. Eles tinham mais acesso à informação. Outras se juntaram a grupos de estudo religiosos no WhatsApp, compartilhando perguntas e conhecimento com outras mulheres.Foi dito ainda que. algumas mulheres converteram o seu acesso ao WhatsApp em oportunidade. Por exemplo, elas anunciavam pequenas empresas ou serviços em grupos do WhatsApp e ganhavam dinheiro como resultado.Relativamente a este estudo, pode-se concluir que, a forma simples e de baixo custo de compartilhar informações sobre os grupos aumentou a capacidade das mulheres de aprender e obter esclarecimentos sobre conceitos que não eram claras para elas. Em outros casos, elas conseguiram ajuda com o dever de casa de seus filhos.