Facebook criou um aplicativo por causa da censura do governo Chines

0
2692

O Facebook cada vez mais está a esforçar-se para agradar Gregos e Troianos, desta vez eles estão a lutar para agradar o povo de Mao Tsè-Tung, criando um aplicativo como chave para o sucesso por causa da censura que eles tiveram na China.

A solução encontrada pela gigante das redes sociais foi a criação de um aplicativo longe dos olhos do mundo, um software que faz desaparecer automaticamente as mensagens que aparecem nos feeds dos usuários em regiões especificas. Está informação foi reportada pelo New York Times e a CNET.com, com fontes do interior da empresa.

Mark Zuckerberg até então tenta criar uma relação com lideres Chineses, inclusive com o próprio presidente Xi Jiping e também tenta aproximar-se com a sua plataforma. Ele também está esforçando-se para aprender o Mandarin.

A muito tempo dizemos que estamos interessados na China e estamos gastando tempo entendendo mais sobre o país, mais não tomamos decisão sobre nossa abordagem a China”, disse um porta-voz do Facebook em comunicado. “Nosso foco agora é ajudar as empresas e desenvolvedores chineses a se expandirem para novos mercados fora da China usando nossa plataforma de anúncios.

A China é o maior mercado de internet do mundo, com cerca de 700 milhões de usuários, o dobro de toda a população dos Estados Unidos. Mas as regras de censura instituídas pelo governo sobre os sites provenientes dos EUA tem limitado a população de compartilhar as informações e opiniões sobre assuntos sensíveis.

Pelas suas regras rigorosas, algumas empresas de tecnologia também foram bloqueadas dentro do território Chines, exigindo que as empresas bloqueiem informações sensíveis ou conteúdo dentro da China. Os sites e serviços populares como Gmail, Facebook e Twitter, foram bloqueados no país.

O trabalho que o facebook tem para entrar na China é muito profundo. A rede social desenvolveu um software silenciosamente para suprimir as postagens que aparecem em feeds de notícias de pessoas em áreas geográficas especificas, de acordo com três atuais ex-funcionários do Facebook, que pediram para estar no anonimato porque a ferramenta desenvolvida é confidencial. Este recurso foi criado para ajudar o Facebook a entrar na China, um mercado onde a rede social foi bloqueada, estas pessoas dizem ainda que o próprio M. Zuckerber apoiou e defendeu o esforço criado.

A China não é o primeiro país a restringir o Facebook dentro do seu território, como exemplo temos o Paquistão, Rússia, e Turquia, de acordo com a prática típica de empresas americanas na internet que geralmente cumprem com os pedidos do governo para bloquearem determinado conteúdo depois que ele é postado.

O Facebook bloqueou cerca de 55.000 peças de conteúdo em cerca de 20 países entre julho de 2015 a dezembro de 2015. Mais o novo recurso vai a outro nível, impedido que o conteúdo apareça nos feeds da China em primeiro lugar.

Será que censurar conteúdo é uma boa estratégia ?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui