Facebook terá novo processo de autenticação de dois factores

1414

A segurança das redes sociais é um ponto de abordagem bastante sensível, visto que muitos partilham alguns conteúdos pessoais entre amigos ou parceiros, que com uma falha de segurança tais conteúdos podem vir atona e gerar bastante polémica. Como aconteceu recentemente com o caso da Cambridge Analytica.

No Facebook existe a verificação em dois factores, mas agora a rede social decidiu mudar o mesmo. O Facebook anunciou que mudou a maneira de configurar a autenticação de dois factores. O novo processo destina-se a tornar o 2FA mais simplificado e elimina a necessidade de registar um número de telefone.

Anteriormente o Facebook precisava de um número de telefone para activar a autenticação de dois factores, agora ele também aceita aplicativos como o Duo Security e o Google Authenticator. A empresa diz que o processo de configuração foi refinado, resultando em uma experiência mais simples e orientada ao habilitar o 2FA.

Esta actualização surgiu alguns meses depois que o Facebook admitiu que um bug em seu sistema 2FA fazia com que notificações SMS não relacionadas à segurança fossem enviadas aos telefones dos usuários. O Facebook usa o número automatizado 362-65 como seu número de autenticação de dois factores, e esse mesmo número acabou por enviar notificações de pessoas do Facebook via SMS sem o seu consentimento. As respostas a esses textos acabaram sendo postadas nos perfis do Facebook dos usuários.

Será esta opção a mais segura?

Usar aplicativos autenticadores em vez de um número de telefone é, na verdade, uma opção mais segura. O SMS tem sido o centro de muitos ataques de dois factores, incluindo um recente incidente em que contas do Telegram foram comprometidas no Irão.