Facebook usará drones para dar acesso à internet a utilizadores em locais remotos

1534

Como funciona uma rede de Drones?

Para começar, temos de saber o que é um drone?

Quem gosta de acompanhar os canais noticiosos deve ter visto algumas vezes que o exército americano atacou o país X ou Y usando drones. Pois é, drones são veículos aéreos não tripulados, ou seja, robots que podem voar. Ou, se preferirem, é todo e qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos para ser guiada ( Wikipédia )

Durante esta semana foi anunciado o grande interesse do facebook na compra da companhia “Titan Aerospace”, como o próprio nome revela, uma empresa que actua no ramo da robótica, mais especificamente na concepção de drones.

Será que o Facebook quer se envolver em alguma guerra!? Obviamente não. “Likes” e “Partilhas” não ganhariam guerras. O que o Facebook quer é levar esses drones para zonas remotas e fornecer ( em troca de alguns valores, é claro) o acesso à internet.

Países em guerra ( podem incluir um grande número de países Africanos), regiões geograficamente acidentadas ( vamos incluir o nosso famoso “Morro do Moco“) em que providenciar o acesso à internet seria caro e perigoso, poderiam se beneficiar desse projecto do Facebook.

Os Drones que eles pretendem usar podem ficar a circular por 5 anos sem necessidade de intervenção humana (tudo isso graças à energia solar) e poderiam substituir alguns serviços antes providenciados por satélites, baixando assim o custo do acesso à internet.

Alguém duvida que na rede providenciada por esses drones haverá acesso ao Facebook Zero?

[Via]: Washington Post || [Imagem]: Daily Tech