Feira de Inovação Tecnológica (FIT) do Uíge distingue jovens inventores nacionais

1069

No último final-de-semana decorreu a primeira edição da Feira de Inovação Tecnológica (FIT) do Uíge, onde foram premiados vários inventores nacionais, como Gonçalves Álvaro, de 18 anos, inventor de um forno eléctrico e de Francisca Eduardo, de 21 anos, técnica de energias renováveis e inventora de jango comunitário.

Falando aos jornalistas presentes na feira, a dupla de inventores disseram que vão continuar a criar, inovar e prestar serviços às comunidades,  para o desenvolvimento da província do Uíge, e onde Gonçalves Álvaro explicou que fabricou o forno eletrónico à base de produtos reciclados, tendo transformado a energia térmica em calorificada, para gerar aquecimento no forno.

O jovem inventor disse ainda que pretende expandir a sua invenção nos 16 municípios da província, de modo a permitir o acesso da população as Tecnológias de Informação e Comunicação (TICs).

Por outro lado, Francisca Eduardo, informou que o jango comunitário é uma invenção que ajuda na eletrificação  das comunidades, visando também garantir o acesso à informação e a inclusão das novas Tecnologias de Informação e Comunicação.

De informar que o evento contou com a vice-governadora para o Sector Político, Social e económico da província, Maria Fernanda Cavungo, que encerrou a feira, e afirmou a aposta do Executivo local na formação de quadros, o que representa um desafio indispensável para melhoria dos indicadores de desenvolvimento humano e a qualidade dos serviços sociais, justificou.

A primeira edição da Feira de Inovação Tecnológica (FIT) do Uíge serviu para exposição várias soluções tecnológicas dos sectores da agricultura, energias renováveis, electrónica, prestação de serviços, gestão de recursos humanos e  transportes, bem como contou igualmente com soluções para a instalação de sistemas de cadastramento de Bilhete de Identidade, registo eleitoral, laboratórios, entre outros produtos.

MAIS: UÍGE: Governador quer uso das TICs na promoção dos valores morais

Em declarações à imprensa, o director do Centro Tecnológico do Uíge, Virgílio Cordeiro, explicou que a exposição visa descobrir talentos nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação, assim como incentivar a juventude a apostar na formação profissional.

Por sua vez, a vice-governadora do Uíge para o sector Político, Social e Económico, Maria Cavungo, considerou a feira como um espaço para apresentar as potencialidades tecnológicas da província,  para o estabelecimento de contactos com potenciais investidores do sector das TICs.

A feira, que decorreu sob o lema “Criar, inovar e implementar para o desenvolvimento da província do Uíge, na era da pandemia da Covid-19”, vai premiar  os vencedores das categorias de energias renováveis, eletrónica, softwares de gestão, solução de problemas de automóveis.

O Centro Tecnológico do Uíge, que funciona desde Dezembro de 2021, já lançou no mercado de trabalho 125 finalistas nos diversos cursos ligados às TICs, sendo 27 formações com certificações internacionais.

A infra-estrutura conta com cinco salas de treinamento equipadas e 13 incubadoras para instalar 12 empresas que pretendem prestar serviços naquele espaço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui