Gestão do domínio “ao” será transferido para Angola

2278

Já faz um bom tempo que circulava a informação dando conta que a gestão do domínio “ao” passaria efectivamente para Angola. Mas agora, o Presidente da República, João Lourenço, determinou em despacho, a transferência do domínio “ao” para o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

O domínio “ao”, cuja infraestrutura digital estava sediada em Portugal, era gerido, desde 1996, pelo Centro de Estudos da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto,  via UNINET. De acordo com o despacho nº 126, publicado em Diário da República de 21 de Agosto, a transferência da raiz principal do domínio “ao” tem como objectivo melhorar a eficiência da política de gestão da referida estrutura, de modo a reforçar a segurança e protecção da soberania digital do Estado angolano no ciberespaço.

Segundo uma fonte do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, garantiu que, a decisão do Presidente da República enquadra-se na quebra de monopólios no sector e vai garantir a soberania e a segurança nas comunicações electrónicas.

Quais serão os ganhos com essa mudança?

Outros ganhos passam pela melhoria no roteamento das condições do tráfego nacional para as comunicações electrónicas e inclusão digital. Essa migração, refere a fonte, tem impacto transversal na redução de custos de acesso aos domínios e vai  fortalecer a presença de Angola nas redes internacionais .

A utilização do domínio “ao”, acrescentou a fonte, responde a imperativos de soberania e identifica Angola em termos nacionais e internacionais e permite a definição de políticas e critérios de segurança internos.

A transferência da tutela, disse a fonte, vai permitir ainda maior conectividade digital, facilidade no acesso  aos domínios representativos de Angola na Internet, sites empresariais, cidadãos interessados na obtenção de domínios para a publicação das suas páginas na Internet. Responde ainda aos desafios da Sociedade da Informação em Angola.