Google lança plataforma de pesquisas para jornalistas e investigadores

0
682
A Google acabou de lançar recentemente a Pinpoint, plataforma essa que vai dar aos jornalistas e investigadores a possibilidade de localizarem mais rapidamente nomes de pessoas, organizações ou locais em centenas de ficheiros, funcionando como uma espécie de “Ctrl+F” numa maior escala.

De acordo com o comunicado da empresa, a Pinpoint consiste na segunda fase do projecto Journalist Studio, que consiste em uma suíte de ferramentas da Google concebida para jornalistas, mas também para quem é investigador, e que recorre a tecnologias como inteligência artificial.

O Pinpoint é uma ferramenta de pesquisa que permite navegar mais facilmente por vastos conjuntos de documentos, ajudando encontrar toda a informação necessária.

MAIS: Software israelita acusado de espiar jornalistas, políticos e activistas de todo o mundo

Na mesma nota, a tecnológica de Mountain View diz que a Pinpoint dá aos jornalistas a possibilidade de localizar mais rapidamente nomes de pessoas, organizações ou locais em centenas de documentos, funcionando como uma espécie de “Ctrl+F” numa maior escala e que pode ser usada em PDFs, imagens, notas escritas à mão ou até ficheiros áudio.

Sobre a sua operacionalidade, a Pinpoint faz uso da tecnologia por trás da pesquisa no motor de busca da Google, assim como de reconhecimento ótico de caracteres e de tecnologia “speech-to-text”. Ao pesquisar por um determinado termo, a Pinpoint realça as correspondências encontradas nos ficheiros, além de sinónimos.

De ressaltar ainda que a Pinpoint dispõe de suporte a ficheiros em sete línguas diferentes, incluindo português, inglês, francês, alemão, italiano e espanhol e conta já com várias coleções de disponíveis publicamente. Todos os jornalistas ou investigadores interessados podem registar-se na plataforma da Google para requerer acesso à ferramenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here