Google promete formar 10 milhões de africanos

1144

A Google traçou objectivos que visam formar cerca de 10 milhões de pessoas em África nos próximos cinco anos, um esforço que visa tornar os africanos mais empregáveis.

O Google também espera treinar 100.000 africanos para desenvolver aplicativos de classe mundial, com foco inicial na Nigéria, Quênia e África do Sul. Isto foi anunciado pelo CEO da Google, Sundar Pichai na conferência do Google realizada na Nigéria, Lagos.

O executivo avançou ainda que o braço de caridade da empresa, Google.org, está a invenstir US $ 20 milhões nos próximos cinco anos para organizações sem fins lucrativos que estão a trabalhar para melhorar vidas em toda a África.

O CEO do Google disse que a empresa quer fazer mais para apoiar empreendedores africanos na construção de empresas e produtos de tecnologia bem-sucedidos.

A empresa também dará bolsas iniciais no valor de US $ 2,5 milhões para startups africanas sem fins lucrativos, para proporcionar acesso gratuito à aprendizagem de 400 mil estudantes de baixa renda na África do Sul e na Nigéria.

Também queremos convidar organizações sem fins lucrativos de todo o continente a compartilhar suas idéias sobre como elas poderiam afectar sua comunidade e além. Então estamos a lançar um desafio de impacto Google.org em África em 2018 para conceder US $ 5 milhões em bolsas. Qualquer país elegível sem fins lucrativos em África pode se inscrever, e qualquer pessoa poderá ajudar a selecionar as melhores idéias ao votar on-line“, disse Pichai

  • José Canga Pedro Nguvulo

    Sou apaixonado em tecnologias de informação e nunca perco nenhum post do maior site angolano de TICs (Engenheiro Informático)🇦🇴

  • Adriano Baptista

    Grande Iniciativa…..Um bem haja para a Google e é tbm ação do gênero que trazem desenv.e progresso para o continue e só que fico um pouco triste prq ações do gênero quase sempre Angola está sempre ausente, mais um bem haja para este project