Moçambique: Tmcel descarta despedimento massivo de funcionários

485

A empresa de telefonia móvel moçambicana Tmcel descartou a possibilidade de despedir mais de mil trabalhadores no decorrer do ano de 2022.

Segundo um comunicado de imprensa, revelado pelo Jornal Noticias, a empresa informou que desde 2018 está a realizar um processo de  redimensionamento da mão-de-obra, na qual os trabalhadores têm aderido voluntariamente.

Quando foi constituída a Tmcel, a mão-de-obra totalizava 2086 trabalhadores, provenientes das extintas empresas TMD e mCel. Numa primeira fase deste processo de redimensionamento, a Tmcel prevê em breve ter ao seu serviço cerca de 1700 trabalhadores“, informa a nota.

MAIS: Moçambique: Clientes da Tmcel vão poder aceder a plataforma da multinacional Ericsson

A Tmcel ainda revela que após o fim dessa primeira fase, vai arrancar o segundo redimensionamento da mão-de-obra, onde nesse momento está a decorrer negociações ciom o comité da empresa.

Para este redimensionamento, os trabalhadores têm aderido voluntariamente ao processo, através de reformas antecipadas, indemnizações e atribuição de incentivos. Importa referir que, todo o processo tem sido conduzido, tendo em consideração os princípios de humanismo e adesão voluntária às reformas antecipadas“, acrescenta o comunicado.

De informar que, tendo como base um recente encontro entre representantes da Tmcel e da Comissão do Plano e Orçamento da Assembleia da República de Moçambique.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui