Huíla vai contar com sistema de bilheteria electrónica nos transportes públicos

0
1358

A província da Huíla vai contar até ao final desse ano com um sistema de bilheteria electrónica de acesso aos transportes públicos, colectivos e urbanos, programa lançado pelo Ministério dos Transportes.

Segundo o que foi divulgado aos jornalistas, a província da Huíla será a segunda província do país a contar com esse sistema integrado, depois do mesmo já ser implementado em Luanda, e a sua integração é com o objectivo de facilitar a emissão de bilhetes com alargado período de validade (semanais e mensais), bem como salvaguardar grupos com necessidades especiais e organizar o próprio sistema.

Embora o programa não tenha uma data específica a ser implementado naquela província, o MINTRAS informou que é nesse mês(Dezembro) que o sistema vai ser montado, através de um gabinete local, onde toda a tecnologia para o efeito e treinamento dos técnicos foi feito instrutores de Luanda.

MAIS: Projecto Angola online chega à província da Huíla

Gracinda Gonçalves, directora do gabinete provincial dos transportes, tráfego e mobilidade urbana da Huíla, informou que com a instalação desse sistema, o Executivo Angolano garantirá um controlo efectivo sobre as operações realizadas pelo sub-sector de transportes rodoviários. A gestora acrescentou também que a sua instituição é uma das mais afectadas com a crise da Covid-19, facto que tem incomodado todos dias os operadores e limitado as  actuações dos mesmos.

Apesar da difícil situação continuamos a ser nós, o sector dos transportes, que temos garantido a distribuição de bens em todo o país e  proporcionar a mobilidade das pessoas e bens“, – disse.

A directora ainda disse também que está em funcionamento o sistema de transportes urbano regular de passageiros no Lubango, que conta com 40 autocarros, que tem permitido garantir a mobilidade dos cidadãos, e onde desde a sua implementação, em Outubro de 2019, já foram transportados 4,2 milhões de passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here