Ministro Russo garante que AngoSat1 está operacional

7308

As notícias relacionadas ao primeiro satélite angolano não param de surgir. Depois de termos um mês de Fevereiro relativamente calmo, uma vez que só em Abril teremos dados mais concretos sobre a operacionalidade do Angosat, agora o ministro das Relações Exteriores da Rússia vem dar mais informações sobre o satélite.

Angosat

No dia 5 de Março, numa conferência de imprensa, no final da sua visita a Luanda, Sergey Lavrov afirmou que o satélite angolano Angosat continua em órbita e Abril continua a ser o mês indicado para atingir o ponto de contacto.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia esteve poucas horas em Angola para reforçar a cooperação e preparar a visita do Presidente João Lourenço à Rússia, a realizar ainda este ano. De acordo com Sergey Lavrov, o satélite angolano, produzido e lançado pela Rússia em Dezembro, continua em órbita.

O que acontece no caso de acontecer um problema grave com o Angosat-1 ?

Depois do lançamento do AngoSat-1, em 26 de Dezembro, vários problemas foram relatados, mas só em Abril será possível determinar se as falhas reportadas comprometeram o seu desempenho.

“O contrato prevê todos os extremos e, nesta indústria, todos os riscos são acautelados, desde a construção, lançamento e transporte. Todas essas etapas estão asseguradas” –  José Carvalho da Rocha, Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Angola poderá exigir a substituição por um novo aparelho sem qualquer encargo adicional, antecipa a imprensa russa.

A apólice de seguro do Angosat-1 garante 121 milhões de dólares – valor assumido em partes iguais pelas empresas SOGAZ e VTB – o que seria suficiente para construir o novo AngoSat, uma vez que as infraestruturas em terra já foram construidas.

+ Pode acompanhar o posicionamento do AngoSat-1 em tempo real.