[Moçambique] Prémio Jovem Criativo distingue inovadores tecnológicos

2132

A última edição do Prémio Jovem Criativo, promovido pela Secretária do Estado da Juventude e Emprego (SEJE), distinguiu três jovens moçambicanos por terem desenvolvidos iniciativas inovadoras nas áreas de empreendedorismo, inovação e tecnologia.

Os premiados foram Neil Sengulane, Alice Pelembe e Valdo Samuel, nas categorias de Empreendedorismo, Criação Artística e Inovação Tecnológica, na VIII edição de um dos concursos mais prestigiados para o sector juvenil.

Joaquim Vicente, Secretário de Estado na cidade de Maputo, disse esperar que o concurso consolide, promova e fomente o desenvolvimento harmonioso da personalidade dos jovens, promoção do gosto pela livre criação de condições para a sua integração na vida ativa.

O evento permitiu a divulgação das obras dos jovens artistas da capital de Moçambique e a criação de um espaço onde os mesmos puderam debater questões inerentes à sua área inovadora, visando criar oportunidades de interação criativa entre os concorrentes dos sete distritos municipais, sublinhou.

O Prémio Jovem Criativo é um programa louvável, pois permite aos participantes demonstrar as qualidades, potencialidades e habilidades necessárias para a galvanização do empreendedorismo, inovação tecnológica e criação artística”, frisou.

MAIS: [Moçambique] “Girl Move Academy” lança segunda edição para estimular o talento das jovens mulheres

Vicente Joaquim assegurou que o Governo continuará a trabalhar na promoção e valorização da formação profissional, emprego, proteção social e de uma cultura de trabalho que promova a autoestima, visando a capitalização racional das potencialidades criativas dos jovens.

Por seu turno, Valdo Samuel, vencedor na categoria de Inovação Tecnológica, mostrou-se satisfeito pela distinção, sobretudo por tratar-se da segunda vez que participa do concurso.

Ser um dos vencedores é uma honra. Outrora concorri e não consegui passar nem da fase distrital. Se não ganhasse hoje no próximo ano iria tentar mais uma vez”, disse.

Anualmente a SEJE lança o concurso ao qual concorrem jovens inovadores de todo o Moçambique, que após uma seleção prévia os apurados passam das fases distrital, provincial, nacional e os vencedores vão à gala nacional do Prémio Jovem Criativo.

O programa é implementado pelo Instituto Nacional da Juventude (INJ). Ao todo concorrem 330 jovens, dos quais 112 empreendedores, 99 inovadores em tecnologia e 119 na criação artística.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui