É oficial: Google comprou uma parte da divisão de smartphones da HTC

608
Cher Wang (HTC) – Rick Osterloh (Google)

No terceiro trimestre do ano de 2017, surgiu a informação verídica de que a Google estava prestes a comprar parte da equipe de smartphones da HTC, mas só agora ocorreram foram realizadas as aprovações necessárias e a compra está finalizada.

Com essa aquisição, além da transferência de mais de 2.000 engenheiros da HTC, a Google também receberá uma licença não exclusiva para a propriedade intelectual da HTC. Já a HTC irá manter a sua divisão que trabalha com a realidade virtual e continuará a fazer seus próprios smartphones.

O que a Google ganha com essa aquisição?

O negócio impulsionará os futuros hardwares do Google de forma significativa ao entregar uma parte da própria equipe de desenvolvimento de smartphones da HTC, muitos dos quais trabalharam no hardware Pixel do Google (que foi terceirizado para a HTC) e outros dispositivos HTC que, embora muito louvados, não venderam em grandes volumes.

Em segundo lugar, dá ao Google uma vasta nova base de engenharia em Taiwan, onde a HTC está localizada. Isso torna a localização o maior site de engenharia do Google na Ásia-Pacífico, e é provável que seja a fonte de novos produtos da empresa no futuro.

Tirando isso, a empresa anunciou planos para abrir um laboratório de inteligência Artificial em Pequim, sua primeira localização na China, enquanto também está prestes a abrir uma base em Shenzhen, a cidade chinesa vista como o “Vale do Silício do Hardware”.

Acha que a Google fez um bom negocio?