Países africanos que lançaram serviços 5G até agora

0
933

Muitos governos em toda a África têm sido incrivelmente optimistas sobre os avanços tecnológicos serem a chave para puxar os africanos do espaço em desenvolvimento para o desenvolvido. Uma dessas tecnologias emergentes que tem muito peso e ênfase é a tecnologia 5G. Alguns analistas preveem que o 5G pode adicionar USD 2,2 trilhões à economia de África até 2034.No entanto, os países em todo o continente estão a lutar para lançar a nova tecnologia devido aos desafios de infraestrutura, problemas de adoção, natureza cara da tecnologia e dos dispositivos necessários para utilizá-la e até mesmo preocupações de segurança em torno do 5G.

Muitos países africanos estão actualmente a testar o 5G como é o caso de Angola, por via da operadora Unitel e alguns lançaram com sucesso a tecnologia de natureza comercial.

Estes são os países que actualmente testam ou planejam o lançamento de serviços 5G:

  • Angola

A UNITEL S.A. (Angola) e a Ericsson (NASDAQ: ERIC) anunciaram a conclusão com sucesso da primeira chamada de dados 5G em Angola, utilizando um espectro de banda média alocado de 3,5 GHz.

A infraestrutura 5G utilizada é suportada por tecnologias de Core e Acesso de rádio 5G Ericsson, para redes NSA (Non Stand Alone). Estas soluções permitem um rápido lançamento no mercado do 5G, aproveitando a infraestrutura de rede existente e se concentrando na banda larga móvel aprimorada para fornecer maior largura de banda de dados e conectividade confiável, nomeadamente à Internet.

  • Gana

A MTN Gana anunciou no ano passado que planeja trazer serviços comerciais 5G para Gana em 2023. Actualmente, a telcom ainda está a envidar os esforços para cobrir o país em tecnologia e infraestrutura 4G, tendo alcançado 73% de cobertura do país nos últimos anos.

  • Uganda

Uganda se tornou o primeiro país da África Oriental a começar a testar a implantação da tecnologia 5G em janeiro de 2020, mas o país ainda não lançou comercialmente nenhum serviço 5G ao público.

  • Senegal

O Senegal realiza testes 5G desde novembro de 2020, com a Sonatel e a Orange Senegal liderando a frente de testes na região de Dakar. Os serviços comerciais 5G ainda não foram lançados.

  • Nigéria

A maior economia de África e o país mais populoso emitiram licenças de espectro para serviços 5G em março, após anos de negociações. Agora, o país parece pronto para lançar os seus primeiros serviços 5G comerciais em agosto deste ano, com a esperança de possuir a rede 5G mais ampla de África assim que for lançada.

MAIS: Tecnologia 5G e a segurança nos aeroportos

  • Maurício

As ilhas das Maurícias ainda aguardam a implantação comercial do 5G depois que o governo do país anunciou que as redes 5G seriam implantadas para cobrir 4 zonas em julho de 2021 via Mauritius Telecom.

  • Madagáscar

O país de Madagascar lançou a sua primeira rede 5G comercial em julho de 2020 por meio da Telma, seguindo o exemplo da África do Sul. No entanto, apenas três semanas após os primeiros anúncios, a Agência de Regulação de Tecnologia e Comunicação de Madagascar ordenou que a empresa de telecomunicações suspendesse seus planos de 5G.

Os paíse ainda estão a esperar por serviços 5G.

  • Lesoto

O pequeno país do Lesoto enfrentou uma ida e volta distinta quando se trata do seu lançamento comercial de 5G. Em 2018, o governo do Lesoto deu à Vodacom espectro temporário para realizar testes com a tecnologia. Até o momento, o povo do Lesoto ainda não desfruta de nenhum serviço 5G.

  • Quénia

A potência económica de África Oriental está a testar a tecnologia 5G há mais de um ano, mas os assinantes no país ainda terão que esperar mais um ano para o lançamento comercial até que as operadoras móveis do país recebam as licenças de espectro pelo governo.

  • Gabão

O Gabão vem a testar a tecnologia 5G desde 2019, mas a principal telcom do país, a Gabon Telecom, ainda não lançou serviços 5G comerciais. Actualmente, está de olho em 2023 para lançamento comercial.

  • Egipto

A Orange Egypt recebeu espectro do governo egípcio para começar a testar serviços e redes 5G, juntamente com empresas como Vodafone Egypt, Egypt Telecom e E& Egypt.

Os testes de 5G ainda estão em andamento e os egípcios aparentemente terão que continuar em espera.

Os 5 países africanos que já lançaram serviços 5G comerciais:

  • África do Sul

A África do Sul foi a primeira a adotar os serviços 5G no continente, lançou a tecnologia em 2020 em um espectro temporário alocado para acomodar a mudança maciça da força de trabalho para as suas casas durante o auge da pandemia e subsequente bloqueio. As primeiras empresas de telecomunicações a lançar o serviço foram Rain , MTN e Vodacom.

MAIS: Como o marketing digital vai mudar com a entrada da rede 5G no país

Em março de 2022, a África do Sul arrecadou quase USD 1 bilhão durante um tão esperado leilão de espectro 5G marcado por controvérsias e conflitos legais.

  • Zimbábue

A telecomunicações do Zimbábue Econet anunciou em fevereiro que havia lançado a primeira rede 5G do país. Actualmente, existem 10 sites 5G activos situados em Harare, capital do país e nos arredores.

A empresa tem planos de activar mais 12 sites de infraestrutura 5G nos próximos meses.

  • Seicheles

Situadas no Oceano Índico, as ilhas das Seychelles acolheram o lançamento da quinta geração de internet móvel em novembro de 2020, no entanto muitos dos habitantes da ilha responderam negativamente ao lançamento alegando problemas de saúde.

Em 2021, no entanto, seis regiões nas Seychelles estão a constatar as velocidades de internet mais rápidas que 1,2 Gbps de certos provedores 5G.

  • Botsuana

Em 25 de fevereiro, a Mascom, telecomunicações de Botswana, lançou o 5G para os moradores de Gaborone, a capital do país. A implantação começou com apenas 4 locais na cidade, com planos de construir mais 100 estações até o final de 2022.

  • Etiópia

Em 9 de maio, a Etiópia anunciou que estava a lançar testes para a sua primeira rede móvel 5G na cidade capital. O país do Chifre de África começou recentemente a expandir as suas capacidades de telecomunicações para além das suas raízes governamentais.

No início deste mês, no entanto, a Ethio Telecom lançou serviços 5G em um grande evento cheio de pompa e circunstância em Adis Abeba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui