Serviços de televisão da ZAP podem ser suspensos

4272

Segundo o Novo Jornal, a ZAP corre o risco de ver os seus serviços de televisão suspensos, depois de ter anunciado que aumentará o tarifário dos seus pacotes oferecidos. Alteração essa que foi contestada por Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), que afirmou que a operadora não está a obedecer as normas estabelecidas oficialmente.

O Novo Jornal na sua edição nº 570, de 01 de Fevereiro do ano curso, avança que, segundo a fonte afecta ao Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, a medida será imposta à operadora na eventualidade de não se chegar a acordo entre as partes interessadas no diálogo em curso sobre os custos dos operadores dos serviços de televisão por assinatura.

O INACOM declarou quarta-feira (30 de Janeiro de 2019), que o aumento dos preços de quatro pacotes da distribuidora de canais de televisão por satélite (ZAP), a materializar a partir de 26 de Fevereiro, “constituiu violação à Lei”.

A ZAP logo após ter anunciado que os preços dos seus pacotes dos canais televisivos sofreriam alterações, na sua página das redes sociais e através de uma mensagem que foi enviada aos seus cliente, a operadora afirma que os novos serão da seguinte maneira:

  • Pacote Max: 6.200 AKZ;
  • Pacote Premium: 12.400 AKZ;
  • Pacote Mini: 3.100 AKZ;
  • Pacote Plus: 3.100 AKZ.

A última alteração de preços de tarifas da ZAP ocorreu em Novembro de 2016.


Acha que o INACOM avançará para esta medida drástica?