Startups sul-africanas com grande crescimento em 2021

0
1652

Com mais de 758 milhões de dólares angariados no ano de 2021, as startups da África do Sul alcançaram um ano recorde em investimentos impactados, revela a revista Economia & Mercado Moçambique.

Tendo como base os grandes anúncios da Jumo e da MFS Africa, ocorrido nas últimas semanas desse ano, o ecossistema de empreendedorismo digital daquele país africano teve número de negócios de mais de um milhão de dólares, com um grande crescimento exponencial nos últimos três anos, o que fez com que o montante global angariado através de 81 milhões, que se registavam em 2019, para quase 300 milhões no ano passad, com os 758 milhões deste ano.

De informar que com este forte desempenho, a África do Sul passou da quarta posição, que ocupava em 2019, para a segunda posição, neste ano, ficando atrás apenas da Nigéria, na lista dos países africanos com o maior financiamento total obtido através de negócios.

MAIS: Startups Africanas angariaram 4 mil milhões de dólares em 2021

Ainda analisando os números divulgados, vê-se que a maior parte do financiamento no país vizinho foi para as startups Fintech, algo que tem sido já a tendência no nosso continente, onde esse sector cresceu de 40% em 2019, para 68% em 2021, muito por culpa da ronda de 120 milhões de dólares da Jumo e à série C de 100 milhões de dólares da MFS Africa.

Nos últimos tempos, a África do Sul tem sido um caso único no continente, visto que a grande maioria dos CEOs das suas startups, que angariaram mais de um milhão de dólares, são formados no país, e onde a Universidade de Cape Town lidera essas estat+isticas, visto que quase um terço dos founder e CEOs que fecharam rondas de financiamento se formaram precisamente nessa instituição de ensino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui