Universal registra patente para rastrear e bloquear partilha de ficheiros via torrent

365

Gosta de partilhar conteúdos? Então fique atento.

DownloadA NBC Universal, dos Estados Unidos da América, conseguiu a aprovação de uma patente para prevenir a disseminação de pirataria via torrent na internet. A tecnologia seria capaz de identificar utilizadores que estivessem a partilhar um determinado conteúdo e obter dados sobre eles para enviar às autoridades responsáveis. Mais do que isso, com o proposto na patente, seria possível bloquear os downloads em qualquer rede P2P.

“Enquanto a infraestrutura P2P em geral é algo que pode ser positivo, também tem levado a abusos. Pirataria via redes peer-to-peer implica em perdas na ordem dos bilhões de dólares, sendo estimativas das produtoras de conteúdo”

Este seria o início do fim para os programas (e redes) de partilha famosos, como é caso do BitTorrent, Vuze e uTorrent, uma vez que os utilizadores poderiam sentir-se coagidos caso alguém denunciasse a partilha de filmes, séries e músicas ilegais.

Provedores de internet apoiam essa decisão?

Os provedores de serviço de internet poderiam aproveitar essa patente para identificar os utilizadores que partilham conteúdo ilegal e bloquear o acesso. Em Angola operadoras como a TVCabo têm planos ilimitados, algumas vezes usados “abusivamente” pelos clientes. Outra solução, seria fornecer planos com limite de consumo, como acontece com a ZAP Fibra, aí inibiria alguns utilizadores.

Mas se acha que isto é novidade, fique a saber que essa patente foi registrada há oito anos, mas só agora ganhou destaque. Mas temos de lembrar que as redes P2P podem ser usadas para partilhar conteúdos legais, assim as operadoras terão de ter cuidado antes de tomar uma acção, pois os utilizadores poderiam processá-las, caso fossem bloqueados injustamente.

As grandes produtoras “atacam” mais uma vez para garantir que os utilizadores obtenham os conteúdos apenas por meios legais. Mas sempre aparece uma forma alternativa para “fintar” os sistemas. É uma questão de tempo…

Veja aqui os detalhes totais dessa patente.


Usa frequentemente a partilha de ficheiros torrent?