Windows 10: recursos da próxima actualização foram revelados

310

Há garantias de que a próxima actualização do Windows 10 poderá chegar já no mês de Março deste ano, mas agora a Microsoft já revelou praticamente os recursos que estão à caminho da próxima actualização do Windows 10. Actualmente esses recursos já foram disponibilizados para os os membros do Windows Insiders, que podem testar os elementos mais recentes com bastante antecedência.

Um dos primeiros recursos foi a adição de uma nova barra de visualização de tabulação no Microsoft Edge, que permitirá os usuários visualizar o resto das paginas abertas sem sair da página em que está no momento. A Microsoft também adicionou a capacidade de salvar e restaurar conjuntos de guias para que seja mais rápido retomar caso o usuário tenha fechado todas as abas ou reiniciou o computador. Os usurários poderão ainda abrir uma nova janela no modo Privado.

A Microsoft também adicionou um novo recurso que contará com um sistema de redução de luz azul automaticamente. O Windows 10 reduzirá automaticamente a quantidade de luz azul emitida por um PC durante a  noite, usando horários locais de nascer e pôr-do-sol. Além da redução da luz azul, a Microsoft também simplificou as opções de exibição para permitir que os usuários alterem a resolução com mais facilidade. Já os Aplicativos de desktop agora terão a capacidade para que o Windows possa substituir as configurações de DPI, facilitando a troca de resolução da tela de maneira mais prática.

Essa actualização surge com um recurso que irá permitir bloquear conteúdos não confiáveis que tenham Flash, o usuário será notificado através de um pop-up que permitirá  aceitar ou não. A ideia da Microsoft é bloquear qualquer aplicação que não tenha assinatura certificada e de confiança. Essa decisão faz parte do processo  que permite tornar o Windows 10 cada vez mais seguro e livre de códigos maliciosos, pois a partir de agora o Microsoft Edge tem suporte ao Microsoft Wallet, serviço de pagamento digital da empresa.

Para quem está a espera uma grande mudança na interface do usuário, poderá ficar um pouco decepcionado, visto que essa actualização não vai trazer grandes mudanças, talvez em uma próxima actualização ao decorrer do ano. Apesar disso, existem alguns ajustes pequenos que foram efectuados. As pastas em mosaico estão agora disponíveis no menu Iniciar, permitindo que os usuários da desta versão agrupem um monte de aplicativos em uma pasta.