Angola Cables estabeleceu novos acordos de peering para melhorar a sua rede

0
1761

ac

A Angola Cables continua a massificar as suas parcerias com os maiores provedores de conteúdos globais como a Google, Akamai, entre outras. isso graças a uma  estratégia que é suportada através do cabo submarino WACS (West África Cable System), numa altura em que já teve início o processo de construção do SACS (South Atlantic Cable System), que ligará Luanda (Angola) e Fortaleza (Brasil), com previsão de conclusão para 2018.

Segundo Darwin Costa (Gestor de produto IP da Angola Cables), com a ligação realizada pela Angola Cables ao ponto de tráfego português – Gigapix, foi possível fazer com que a rede da Angola Cables obtivesse melhores acessos a conteúdos e destinos portugueses, aumentando as alternativas existentes em Angola. Disse ainda que “O  peering garante a troca de tráfego entre redes, gera maior velocidade e eficiência, bem como minimiza o tempo de envio e recepção de informação entre redes”.

Recentemente a empresa estabeleceu acordos de interconexão para toca de tráfego,  mas agora a empresa voltou a estabelecer novos acordos de interconexão para melhorar continuamente a qualidade do serviço de Internet prestado aos seus clientes em Angola e em outros países africanos, bem como reduzir significativamente o tempo de envio e recepção de informação por parte dos seus clientes. Os novos acordos de interconexão para troca tráfego são entre o (IXP´s) Angonix (em Luanda), Gigapix (em Portugal), LINX (em Londres) e DE-CIX (em Frankfurt).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here