Apple proibida de vender iPhones na Alemanha

1744

Alemanha proibiu a Apple de vender os iPhones 7 e 8 no seu território devido a uma luta judicial entre a Qualcomm e a empresa americana que segundo o tribunal de Munique, a Apple infringiu propriedade intelectual da Qualcomm na gestão de energia dos smartphones.

A Apple já garantiu que vai retirar das suas lojas germânicas os dois modelos de iPhones acima citados. O juiz Matthias Zigann determinou em Munique que estes iPhones violam patentes da Qualcomm nomeadamente na tecnologia que ajuda a preservar a bateria enquanto são enviadas e recebidas transmissões sem fios.

A Qualcomm alega que os chips usam ‘‘envelope tracking’’ para preservar a bateria, uma tecnologia que viola uma das patentes da empresa.

Esta é mais uma vitória que a Qualcomm assegura e que assim consegue ameaçar a Apple. Depois do processo na China, que a Apple pensa ter resolvido com uma simples atualização do iOS, este é outro mercado importante que a Qualcomm assegura.

A Qualcomm afirma que a limitação entrará em vigor em poucos dias. Mas a Apple já afirmou que vai recorrer da sentença para que isso não aconteça. O resultado do recurso interposto pela fabricante dos iPhones não irá suspender a proibição de venda dos seus produtos.

Estamos decepcionados com este veredicto e pretendemos recorrer. Todos os modelos de iPhone continuam a estar disponíveis para os clientes através de operadoras e revendedores em 4.300 localizações na Alemanha. Durante o processo de recurso, os modelos iPhone 7 e iPhone 8 não vão estar disponíveis nas 15 lojas oficiais da Apple na Alemanha”, informou a Apple.