Consultório MenosFios: 5 conteúdos que não deve partilhar no seu LinkedIn

0
1683

Actualmente o LinkedIn é a rede social professional mais cotada mundialmente, onde conta com mais de 700 milhões de utilizadores activo. Essa rede social é ótima para toda aquela pessoa que  procuram ligar-se a outros indivíduos com os mesmos interesses.

Por isso, levando em conta a sua extrema importância para os profissionais, nesse episódio do Consultório MenosFios, e em parceria com a Pplware, vamos trazer o LinkedIn em destaque, sugerindo aos nossos fiéis leitores 5 coisas que nunca deves publicar na plataforma se quiser permanecer do lado certo do profissionalismo.

Avisar antepadamente, que apesar de neste artigo dar-se conselhos do que não partilhar na sua conta LinkedIn, muitos empregadores presentes na plataforma poderão não prestar ou dar tanta relevância aos mesmos.

Então, confira agora o que não deve publicar no LinkedIn.

1 Fotos Poucos Profissionais

Como é sabido por meio-mundo, o LinkedIn é uma rede social para criar relações comerciais e expandir o seu networking profissional. Então, evite promover no seu perfil as suas noites de diversão. Esse tipo de conteúdo a mostra no seu mural cronológico podem refletir de forma negativa a sua ética de trabalho. Avisar também que esses tipos de fotografias é uma péssima ideia para quem procura emprego, visto que alguns empregadores podem analisar todas as suas fotografias e julgá-lo com base no que vem nelas.

Outra coisa muito importante, e que alguns utilizadores esquecem, é que publicar fotografias inadequadas podem violar as políticas do LinkedIn, o que consequentemente podem levar à suspensão da sua conta.

2 Informação Pessoal no LinkedIn

Nos dias de hoje, e ainda com essas situações de espionagem das pessoas, é sabido que muitas empresas vendem as informações de pessoas ou até mesmo utilizá-la contra as mesmas. Por isso, embora que não é nada de especial publicar dados pessoais no LinkedIn, aconselhamos a não publicar dados pessoais como o seu número de telefone, endereço de correio eletrônico, morada, ou outras informações que podem ser consideradas como pessoais. Apesar de que o LinkedIn seja uma rede profissional, como já falamos desde o início do artigo, e que esteja a procura de emprego, evite partilhar as suas informações pessoais. Se um empregador estiver realmente interessado nos seus serviços ou préstimos, o mesmo vai contactá-lo diretamente a si.

Outra peculiaridade em colocar informações pessoais suas no seu perfil, é que estará sujeito a spammers, que notavelmente vão enviar-lhe ligações prejudiciais através do seu endereço de correio eletrônico.

MAIS: Consultório MenosFios: Como pedir o teu certificado digital em 5 passos

De avisar também que não revele detalhes sobre o seu salário pessoal, visto que partilhar esta informação poderá levar-lhe a problemas com o seu patrão ou patroa atual.

3 Post’s com Informações Duvidosas

Gostaríamos de relembrar que o seu perfil no LinkedIn representa a si próprio ou à sua marca profissional. Por isso, a publicação de conteúdos com informações duvidosas pode levar a reações negativas por parte dos seus seguidores, onde é recomendável evitar essas situações inconvenientes.

Sem esquecer, é claro, que os empregadores não vão querer contratá-lo se o virem a publicar este tipo de conteúdo, visto que hoje em dia, boa parte das instituições empregadoras têm nos seus padrões uma política empresarial rigorosa sobre o que os empregados podem e não podem publicar online. Uma outra coisa bem certa, é que esses tipo de posts são sempre criados com o intuito de gerar discussões, o que infelizmente, não resultam lá em conversas muito produtivas.

4 Post’s Políticos e Religiosos

Embora que a primeira vista são assuntos de interesse público, os posts políticos e religiosos no LinkedIn podem ofender algumas pessoas, sem esquecer da particularidade de que esses tipos de posts podem afastar potenciais clientes ou colegas com os seus pontos de vista, bem como começar discussões desnecessárias e prejudicar a sua procura de emprego.

Informar ainda que os empregadores estão sempre à procura de redes sociais para obterem uma noção da personalidade das pessoas e se estas se encaixam na sua empresa. Então, ao verem este tipo de posts, podem perder o interesse em contactá-lo para uma entrevista.

Em suma, o conselho da nossa redacção é não partilhar também mensagens políticas, visto que elas podem fazer com que pessoas com uma visão diferente percam todo o interesse em si.

MAIS: Consultório MenosFios: Conheça as 9 apps de mensagens com mais encriptação e privacidade

Lembre-se de que o LinkedIn é uma plataforma global. A política que apoia pode não ser relevante noutros países, por isso mantenha-se ligado a tópicos relacionados com a indústria ou com os quais a maioria das suas conexões se pode relacionar.

5 Comentários Negativos

A publicação de conteúdos difamatório no LinkedIn pode trazer-lhe problemas. Por isso, se estiver a partilhar informações erradas sobre uma empresa ou pessoa, há uma boa possibilidade de que estes tomem medidas legais contra si, o que inclui perda de emprego e possível pena de prisão.

Portanto, esteja atento. Evite escrever mensagens negativas sobre os seus empregadores atuais ou anteriores no LinkedIn. Isso pode prejudicar a sua reputação, fazer com que seja despedido, ou dificultar-lhe a obtenção de emprego.

_____________________________________________________________________

Esse foi o episódio do Consultório MenosFios dessa semana, onde esperamos que seja útil para todo e qualquer pessoa que tenha um perfil na rede social LinkedIn. Agora, pedimos que os nossos leitores a comentem e que contribuam com informações adicionais que julguem serem necessárias sobre esse mesmo tema.

Todas e quaisquer questões que gostassem de ver aqui respondidas devem ser colocadas no canal de comunicação exclusivo e dedicado ao consultório Menos Fios.

Falamos do e-mail criado para esse fim: [email protected]. Este é o único ponto de recepção das questões que nos enviarem. Usem-no para nos remeterem as vossas questões, as vossas dúvidas ou os vossos problemas. A vossa resposta surgirá muito em breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui