EUA suspendeu temporariamente as sanções contra a Huawei

943

Não deve ser novidade para ninguém a batalha que a Huawei está a enfrentar actualmente contra o governo dos EUA, onde algumas das principais empresas de tecnologia dos EUA começam a cortar ligações com a Huawei.

Agora os Estados Unidos da América decidiu suspender por 90 dias as sanções à Huawei. Um período transitório de adaptação, antes de a companhia chinesa de telecomunicações e os parceiros comerciais perderem o direito de usar componentes e programas informáticos norte-americanos.

O Departamento de Comércio dos EUA permitirá que a Huawei Technologies compre produtos fabricados nos EUA para manter as redes existentes e fornecer actualizações de software para os telefones existentes da Huawei. A empresa ainda está proibida de comprar peças e componentes americanos para fabricar novos produtos sem a aprovação de licenças que provavelmente serão negadas.

Segundo Wilbur Ross (secretário de Comércio dos EUA), a nova autorização destina-se a dar aos provedores de telecomunicações que dependem do equipamento da Huawei tempo para fazer outros arranjos.

A autorização, que está em vigor há 90 dias, sugere que mudanças na cadeia de suprimentos da Huawei podem ter consequências imediatas, de longo alcance e não intencionais para seus clientes.