Facebook excluirá 1,5 bilhão de usuários dos padrões de privacidade de dados da Europa

0
1513

Depois do grande problema relativamente ao Facebook e o Cambridge Analytica, a maior rede social do mundo decidiu mudar a privacidade de dados dos seus usuários estendendo a lei de Regulamentação Geral de Protecção de Dados da União Europeia (RGPD) em todo o mundo.

Isso significa que os 1,5 bilhão de usuários da rede social que residem em África, Ásia, Austrália e na América Latina não terão a mesma protecção que os dos 28 países que compõem a União Europeia.

O RGPD, que entrará em vigor no dia 25 Maio de 2018, exige que as empresas solicitem o consentimento dos usuários antes de colectar, usar e compartilhar seus dados com anunciantes e outros parceiros. Também impõe multas pesadas (no valor de 4% da receita anual global, o que equivaleria a bilhões de dólares no caso do Facebook) por não manter esses dados seguros, e por permitir que incidentes como o escândalo da Cambridge Analytica ocorressem.

Essencialmente, se você for um usuário do Facebook fora dos EUA, da Europa e do Canadá, não poderá registar uma reclamação sobre a empresa nos tribunais da Irlanda, o que multaria a rede social por infracções de privacidade de dados conforme o RGPD.

Seremos os menos protegidos pelo Facebook?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here