Facebook nega envolvimento com o desafio #10yearchallenge

1198

O Facebook negou na semana passada qualquer envolvimento com o chamado #10yearchallenge, em que os usuários publicam uma foto actual e outra de 10 anos atrás para que seus amigos e seguidores vejam como mudaram (ou não) neste período.

A ideia do desafio #10yearchallenge é simples: usuário publica uma foto actual e outra de 2009, para mostrar aos seus seguidores do TwitterFacebook ou Instagram como a sua aparência mudou nos últimos dez anos. Então a empresária Kate O’Neill levantou uma teoria: e se isso fosse usado para treinar algoritmos de reconhecimento facial? E se o Facebook estivesse por trás disso?

Num artigo publicado, O’Neill afirma que sua intenção não era “reivindicar que o desafio é inerentemente perigoso”. Contudo, a especialista não nega que o cenário da tecnologia de reconhecimento facial é uma tendência que as pessoas deveriam estar mais cientes sobre — ainda mais diante de todos os escândalos causados por coleta e vazamentos de dados em 2018, e em especial o caso Cambrigde Analytica e o envolvimento direto do próprio Facebook nisso.

Entretanto, o Facebook negou a sua participação direta na criação do desafio, afirmou que o desafio foi gerado pelos próprios usuários da rede. Além disso, um representante da rede social complementou que é possível desabilitar a opção de reconhecimento facial para marcar pessoas em fotografias.

“O desafio de 10 anos foi criado pelos usuários que começou por conta própria, sem o nosso envolvimento. É evidência de como as pessoas se divertem no Facebook, e é isso”, afirmou a rede social em seu perfil oficial no Twitter.