Facebook vai processar ex-funcionário por alegado roubo de dados a mais de 178 milhões de utilizadores

0
1852

O Facebook vai processar o ex-funcionário, Alexander Solonchenko, por este ter, alegadamente, roubado dados pessoais de mais de 178 milhões de utilizadores daquela rede social. Solonchenko é acusado de ter abusado de uma funcionalidade do aplicativo Messenger, funcionalidade essa que permite importar e associar contactos telefónicos a contas existentes naquela plataforma.

De acordo com as notícias do The Record Media, o actual ex-funcionário do Facebook terá recorrido a uma ferramenta automática para gerar números telefónicos que depois eram associados a perfis existentes. Sempre que a rede social devolvia um resultado positivo, Solonchenko recolhia os dados pessoais disponíveis do utilizador.

MAIS: Zuckerberg ainda não decidiu o novo nome do Facebook

Solonchenko conduziu esse esquema abusivo de Janeiro de 2018 a Setembro de 2019, onde depois os mesmos dados foram vendidos no mercado negro, em Dezembro do ano passado.

Solonchenko vendendo os dados que robou no mercado negro

A rede social diz que Solonchenko perpetrou um ataque semelhante com os registos de um grande banco ucraniano.

O Facebook alega que  foram causados danos inestimáveis e irreparáveis a sua instituição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here