Google acaba de lançar um programa de recomendação de telefones Android para empresas

1519

Com vista a aumentar o uso de dispositivo Android nas empresas, a Google tem um plano para combater a falta de consistência quando se trata de segurança e actualizações do sistema operacional. O plano passa por disponibilizar recomendações de dispositivos para uso corporativo.

A Google anunciou o lançamento do Android Enterprise Recommnded, um programa de certificação focado no negócio para convencer mais empresas a confiar e confiar em certos smartphones que usam o sistema Android e atendem a um novo conjunto de requisitos.

A lista inicial de dispositivos que atendem os novos requisitos da Google inclui, naturalmente, o seu próprio smartphone Pixel, Pixel XL, Pixel 2 e Pixel 2 XL. A lista também inclui as linhas BlackBerry KeyOne e Motion, Huawei Mate 10 e P10, LG V30 e G6, Motorola X4 e Z2, Nokia 8 e os dispositivos Xperia X mais recentes da Sony.

No que concerne aos requisitos, a Google diz que no programa de recomendação do Android Enterprise, os dispositivos recomendados devem atender aos requisitos mínimos de hardware para o Android 7.0 e posterior, suportar a implantação em massa de dispositivos, fornecer actualizações de segurança dentro de 90 dias depois do lançamento da Google por até três anos e oferecer dispositivos desbloqueados. Uma lista completa de dispositivos suportados pode ser encontrado aqui, enquanto a lista completa de requisitos está disponível está aqui.

Será que mais dispositivos serão acrescentados neste programa?

A empresa está a planear adicionar mais dispositivos à lista nos próximos meses, e também estará usando essa abordagem para lidar com classificações de dispositivos como dispositivos “robustos” e aqueles manipulados por provedores de gerenciamento de mobilidade empresarial. O objectivo final, é tornar o Android uma ferramenta de trabalho mais confiável e confiável, para que ele possa se juntar ao iOS, ao MacOS e ao Windows 10 como sistemas operacionais de grandes empresas.

Acredita que a Google terá sucesso com este programa?