Huawei e CRASA assinam memorando para acelerar a transformação digital na África do Sul

0
665

A multinacional tecnológica Huawei assinou um memorando de entendimento (MOU) com a Associação de Reguladores das Comunicações da África Austral (CRASA), de modo a impulsionar a transformação digital na África do Sul.

Segundo o que foi revelado a imprensa, vai permitir que as duas partes trocam informações e ideias sobre políticas e regulamentos das TIC, realizar investigação conjunta sobre segurança de redes, protecção de dados, políticas de inclusão digital e tecnologias emergentes como a 5G, bem como organizar actividades de capacitação através de reuniões, workshops e formações.

O memorando foi assinado durante a 11ª reunião anual da CRASA, que decorreu na capital do país, Luanda, Angola, e onde estiveram delegados dos 13 países membros.

“Agradeço os esforços que a Huawei tem implementado na introdução das mais inovadoras tecnologias TIC na SADC nos últimos anos, e partilhar a sua tremenda experiência global e know-how na contribuição para o desenvolvimento da região. Vamos aprofundar a cooperação com a Huawei para acelerar ainda mais a transformação digital para um crescimento inclusivo na região“, disse Bridget Linzie, secretária Executiva da CRASA.

MAIS: Huawei quer reforçar a literacia digital entre as mulheres em África

A transformação digital em África acelerou rapidamente durante a pandemia e espera-se que continue a crescer na era pós pandémica, onde as infra-estruturas e serviços TIC tornarem-se cada vez mais, visto que são indispensáveis para o crescimento da indústria e para a vida das pessoas.

Estou feliz que a CRASA vai ter a Huawei como parceiro estratégico para moldar o futuro das TIC da região, dando apoio na conecção do não conectado e para colmatar o fosso digital da região. Nesta era de economia digital, é extremamente importante criar um ambiente propício ao aproveitamento de novas tecnologias como a 5G para impulsionar o desenvolvimento económico social e reforçar a segurança cibernética e a protecção de dados. A CRASA espera uma cooperação frutífera com a Huawei nestas áreas especializadas“, disse Alfred Marisa, em representação do presidente da CRASA.

A Huawei está satisfeita por ter o privilégio de estabelecer uma parceria com a CRASA para acelerar o desenvolvimento das TIC na região. Temos trabalhado com partes importantes interessadas da nossa indústria para construir um ecossistema saudável para realizar a nossa visão de levar o digital para cada pessoa, casa e organização para construir um mundo melhor ligado e mais inteligente“, disse o Yang Chen, vice-presidente da Região da África Austral da Huawei, “acreditamos que com a junção dos nossos esforços entre a Huawei e a CRASA, mais pessoas poderão beneficiar do crescimento catalisado pelo desenvolvimento das TIC“.

De informar que a CRASA é um órgão técnico consultivo da África Austral com 13 países como membros (Angola, Botswana, República Democrática do Congo, Eswatini, Lesoto, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, África do Sul, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabué) centrando-se, entre várias outras coisas, no desenvolvimento de modelos de regulamentação e harmonização dos quadros regulamentares das TIC, a fim de melhorar o ambiente empresarial do sector das comunicações e o clima de investimento na SADC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui