Lunda Sul. Energias renováveis chegam ao município de Saurimo

936

A província da Lunda Sul, propriamente no município de Saurimo, vai contar com uma central fotovoltaica, com capacidade para gerar cerca de 26 megawatts de luz eléctrica, tendo como base o quadro de um programa de expansão de energias renováveis.

Segundo o secretário de Estado para a Energia, António Belsa da Costa, informou que a central vai ficar pronta até 2024 e onde a mesma vai permitir ao Governo Angolano poupar custos anuais, avaliados em cerca de 2.700.000 kwanzas, investidos na compra de combustíveis e derivados.

Com um custo de 40 milhões de euros, a central fotovoltaica vai ter no seu campo 44 mil painéis, com vista a gerarem energia para permitir mais de 115.300 ligações domiciliares.

António Belsa da Costa frisou ainda que o Executivo tem apostado fortemente  na expansão das energias renováveis em todo o país, para que, em 2025, atinja uma cobertura na ordem de 70 por cento, numa altura em que o Aproveitamento Hidroeléctrico de Caculo Cabaça, na província do Cuanza-Norte, regista avanços animadores para gerar mais de dois mil megawatts.

MAIS: Cabinda vai contar com uma central de Energia Solar

O Secretário de Estado acrescentou ainda que, com base nos dados obtidos do Governo local, os níveis de fornecimento de energia melhoraram na província, reflexo de uma fiscalização atenta e da adequação de políticas de pagamento junto dos clientes, o que permitem à ENDE superar constrangimentos e elevar a prestação.

Por outro lado, o governador provincial da Lunda-Sul, Daniel Neto, considerou que a consignação deste projectos estruturante reflectem a resposta às várias preocupações manifestadas em encontros de auscultação às comunidades.

O Governante reiterou também o compromisso de as autoridades continuarem a trabalhar para que a população sinta, na prática, os benefícios dessas intervenções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui