Mercado de música dos EUA agora é 80% streaming

0
840

O streaming de música consumiu a maior parte do mercado nesta década, pelo menos com base nos dados dos Estados Unidos da América e mais usuários estão dispostos a pagar pelo serviço, conforme mostra estatísticas da Associação Americana da Indústria de Gravação.

São aproximadamente 1,5 milhão de assinaturas o número saltou para 61 milhões em apenas dez anos. O streaming comeu a fatia não só da venda física, que ainda era a maior parte com 52% em 2010, mas também o download digital de músicas, que representava 38% no início da década e encolheu para 9% também actualmente.

Em 2010, segundo os dados apenas 35% dos norte-americanos tinha um smartphone, enquanto hoje em dia este número saltou para 81%. Enquanto isso, o Spotify surgiu em 2011, seguido do Apple Music em 2014 e, agora, há diversas opções de streaming de músicas, incluindo o YouTube Music e o Amazon Prime Music.

Em contrapartida, a mídia física e os downloads digitais atualmente representam, cada um, 9% do mercado americano, de acordo com as estatísticas. Além disso, é provável que o número de opções de streaming de música se diversifique à medida que mais empresas adotem uma estratégia de oferta de pacotes de serviços.

Algumas empresas que lançaram os serviços de streaming de conteúdo no ano passado ou que irão lançar alguma solução em 2020 terão que descobrir como segurar os assinantes quando eles inevitavelmente aumentarem os seus preços e, em alguns casos, esses pacotes podem fazer parte da estratégia, avança Associação Americana da Indústria de Gravação.

FONTEEngadget
COMPARTILHAR
Artigo anteriorQuais foram as piores senhas de 2019 ?
Próximo artigoSamsung Galaxy S11 será revelado em fevereiro
Daniel Afonso Geto Estudante de Engenharia de redes e telecomunicações escreve sobre tecnologia precisamente por ser a sua área de formação, ser algo que ama fazer e para si é um previlegio fazer parte do maior site angolano de notícias ligadas à TIC.Partindo do princípio, parar é morrer, é também detentor das certificações: Administração de Redes, CCNA Routing, CCNA Switching e CCNA Security.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here